Patito nega sentir peso da camisa de Neymar em derrota para o Botafogo

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

"O número é igual, não tem peso algum. Mas jogar como o Neymar não dá. Ele é único", afirmou o jogador depois da partida

Fernando Soutello/Agif/Gazeta Press
Santos encarou o Botafogo no primeiro jogo sem Neymar e perdeu

Escolhido para vestir a camisa 11 do Santos, que pertencia ao atacante Neymar, negociado junto ao Barcelona (Espanha), o meia-atacante Patito Rodriguez não conseguiu ter uma boa atuação contra o Botafogo, na noite desta quarta-feira, no Estádio Raulino de Oliveira. O argentino teve atuação discreta na derrota do Peixe para o Glorioso e acabou sendo substituído pelo técnico Muricy Ramalho, no segundo tempo.

Deixe seu recado e comente com outros leitores

Mesmo assim, Patito tratou de se defender e negou que tenha sentido o peso de usar a camisa que marcou a trajetória de Neymar na Vila Belmiro. "O número é igual, não tem peso algum. Mas jogar como o Neymar não dá. Ele é único", afirmou.

O meia-atacante argentino, que foi alvo de muitas reclamações de Muricy, durante a primeira etapa, alegou que sentiu a falta de ritmo de jogo e, por isso, não conseguiu desempenhar o seu melhor futebol diante do time carioca."Temos jogadores que não vinham atuando até então. Não é fácil. Creio que está faltando ritmo de jogo", comentou Patito Rodriguez, que viu a concorrência aumentar no setor, após a partida contra o Botafogo.

Isto porque, o treinador santista elogiou bastante as participações dos jovens Neílton e Gabriel, diante do Glorioso. Muricy Ramalho, inclusive, não descartou modificações na equipe titular para o confronto com o Grêmio, no próximo sábado, às 16h20 (horário de Brasília), na Vila Belmiro. O duelo com os gaúchos será válido pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro.

Leia tudo sobre: patito rodriguezneymarSantosBrasileirão 2013

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas