Enderson exalta a força do Corinthians e reconhece que sua expulsão foi justa

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

O Goiás saiu na frente do time paulista nesta quarta, mas cedeu o empate nos minutos finais do duelo no Serra Dourada

Apesar do empate em 1 a 1 entre Goiás e Corinthians no Serra Dourada, o técnico Enderson Moreira ficou satisfeito com a apresentação de seu clube. Para o treinador, o clube esmeraldino esteve diante do melhor time do País.

"A equipe teve uma postura muito boa, enfrentamos a maior equipe do Brasil hoje, em todos os quesitos, muito bem armada, muito madura e sabe o que fazer em todos os momentos. Tivemos uma postura boa, agora no final. O gol acontece, a bola bateu, rebateu e eles conseguiram finalizar e fazer o gol. Valeu porque agora a gente entrou na competição, agora a gente sabe como jogar esse tipo de campeonato", avaliou.

Enderson, que foi expulso durante a partida, reconheceu que o árbitro estava certo: "A expulsão, pela forma como aconteceu, talvez tenha sido justa sim. Achei muito injusto o critério que eles utilizaram na primeira etapa".

Outro ponto avaliado pelo reinador foi a utilização de Renan como goleiro titular no lugar de Harlei. Para o técnico esmeraldino, o goleiro deu conta do recado.

"Eu não tenho dúvida nenhuma, o Renan é um goleiro de nível A, formado em um grande clube como o Internacional, tem experiência fora do país, seleção de base, enfim, é um goleiro maduro, 28 anos, preparado, está no auge da forma física e técnica. O Harlei vai continuar ajudando a gente sim, orientando e agora vamos dar força para o Renan. É apenas o primeiro jogo dele em uma sequência, e vai ter falhas, mas temos que dar força, sim", declarou.

O Goiás volta a campo neste sábado, quando encara o Coritiba, na Serra Dourada, a partir das 18h30 (horário de Brasília). O jogo é válido pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro.

Leia tudo sobre: goiásbrasileirão 2013

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas