Dois times criaram poucas chances e para menos de 5 mil pessoas se arrastaram no Pituaçu

Em uma partida sofrível no Estádio Pituaçu, em Salvador, Bahia e Coritiba não saíram do 0 a 0 pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro 2013. Com o resultado, os baianos somaram seu primeiro ponto na competição, enquanto o Alviverde perdeu uma chance de conquistar sua segunda vitória, ficando embolado com outras equipes com quatro pontos na classificação.

Com o estádio praticamente às moscas, graças ao protesto da torcida tricolor contra sua diretoria, a bola rolou, com o Tricolor querendo mostrar serviço. Logo aos dois minutos, Diones arriscou dois chutes e carimbou a defesa coxa-branca. Recuada, a equipe alviverde não conseguia ficar com a bola. Aos oito minutos, Madson cruzou fechado e Vanderlei deixou a meta para agarrar.

Bahia e Coritiba não saíram do zero em Salvador
EDSON RUIZ / Gazeta Press
Bahia e Coritiba não saíram do zero em Salvador

Contra-ataque para o Tricolor, aos 11 minutos, Marquinhos Gabriel recebeu de frente para a meta e bateu fraco, para fora, desperdiçando uma ótima oportunidade. Depois da correria inicial, o Coxa conseguiu equilibrar as ações, ficando mais tempo com a bola, mas sem criar. Aos 20 minutos, o angolano Geraldo construiu a jogada e tocou para Deivid arrematar para fora, com perigo.

O Coritiba chegou a balançar as redes, aos 29 minutos, em rebote de Marcelo Lomba aproveitado por Geraldo. Porém, a arbitragem anulou o lance anotando impedimento. A equipe paranaense cresceu e, aos 36 minutos, Alex arriscou pela linha de fundo. Polêmica aos 37 minutos, depois que Geraldo foi puxado na área e o árbitro mandou o lance seguir.

Para o segundo tempo, as equipes retornaram sem modificações. No primeiro ataque, Jussandro fez o cruzamento e Marquinhos não conseguiu concluir. Os dois times seguiam errando muitos passes, deixando o nível técnico da partida sofrível. Aos seis minutos, Helder aproveitou sobra de bola para chutar e parar em grande defesa de Vanderlei. Com o meio-campo estagnado, o técnico Marquinhos Santos optou pela entrada do argentino Bottinelli.

Sem conseguir penetrar na defesa tricolor, Junior Urso arriscou de longe, aos 12 minutos, mas a bola subiu demais. Na resposta, Marquinhos bateu cruzado e Vanderlei fez a defesa. A pequena torcida presente tentava empurrar o Bahia. Apagado, Alex foi substituído por Arthur, aos 19 minutos. Um dos destaques do Campeonato Paranaense, Potita entrou pela equipe baiana.

A equipe da casa até tentava criar alguma coisa, mas sem eficiência. Aos 28 minutos, Helder pegou sobra de bola, mas chutou em cima da marcação. Mais um contra-ataque rápido para o Bahia, aos 31 minutos, e Marquinhos, na cara do gol, conseguiu bater para fora. Aos 38 minutos cobrança de falta para o Coritiba a entrada da área e Bottinelli carimbou a barreira. Após uma apresentação apática, o Coxa administrou o ponto ganho fora de casa.

Na próxima rodada, o Bahia voltará a campo no domingo, quando enfrentará o Internacional, no Estádio Centenário, em Caxias do Sul. Já o Coritiba terá pela frente o Goiás, no sábado, no Estádio Serra Dourada, em Goiânia.

FICHA TÉCNICA
BAHIA 0 X 0 CORITIBA

Local: Estádio Pituaçu, em Salvador (BA)
Data: 29 de maio de 2013, quarta-feira
Horário: 21 horas (de Brasília)
Árbitro: Francisco Carlos do Nascimento (AL)
Assistentes: Pedro J. Santos de Araujo e Esdras Mariano de Lima (ambos de AL)
Cartões amarelos: Ryder e Madson (Bahia); Dênis Neves (Coritiba)

BAHIA: Marcelo Lomba; Madson (Neto), Lucas Fonseca, Titi e Jussandro; Hélder (Toró), Fahel, Diones e Marquinhos; Ryder (Potita) e Fernandão
Técnico: Cristóvão Borges

CORITIBA: Vanderlei; Victor Ferraz, Leandro Almeida, Chico e Dênis Neves; Junior Urso, Gil, Robinho (Bottinelli) e Alex (Arthur); Geraldo (Lincoln) e Deivid
Técnico: Marquinhos Santos

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.