Estádio escolhido pelo Atlético-PR para mandar partida contra os mineiros possui campo irregular, sem iluminação e chegou a ser abandonado recentemente

Além do Atlético-PR , o Cruzeiro terá um adversário extra no jogo desta quarta-feira. Trata-se do gramado da Vila Olímpica do Boqueirão, estádio escolhido pelo time curitibano para mandar o jogo contra os mineiros. O técnico Marcelo Oliveira revela preocupação com as instalações, já que o campo é irregular, sem iluminação e chegou a ser abandonado. O treinador celeste conhece bem o estádio dos tempos em que dirigia o Coritiba.

"Mais que desafio, é uma afronta ao futebol em um momento como este, no qual estamos nos preparando para uma Copa. Era um campo abandonado, com gramado irregular. Será um obstáculo não só para o Cruzeiro, mas para o futebol. Temos que nos preocupar mais com a integridade do jogador e com a condição do campo. Vai ser difícil tocar a bola, jogar. Vai se tornar um jogo mais acirrado", afirmou.

Outro problema que será enfrentado pelo Cruzeiro é o horário da partida: 15h (de Brasília), inusitado para futebol em dias de semana. Como se não bastasse as condições de jogo inadequadas, existe a previsão de chuva, que pode atrapalhar ainda mais os planos do time mineiro, que quer manter a liderança do Brasileiro.

"Chuva é um aspecto da natureza, mas o campo deveria ter uma outra opção. Espero que eles tenham cuidado um pouco mais, porque da última vez que estive lá era impraticável. Tive até problema de contusão. Mas não podemos aumentar muito isso, porque tem que ser lá", declarou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.