Confrontos entre Goiás e Corinthians são marcados por grandes públicos, principalmente do lado paulista, que conta com grande concentração de torcedores no estado

Goiás não quer que estádio Serra Dourada seja dividido meio a meio no duelo contra o Corinthians
Futura Press
Goiás não quer que estádio Serra Dourada seja dividido meio a meio no duelo contra o Corinthians

A diretoria do Goiás solicitou, nesta terça-feira, à Polícia Militar que o estádio Serra Dourada não seja dividido meio a meio no jogo contra o Corinthias na quarta-feira às 22h, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro.

O time esmeraldino quer 70% do espaço para mostrar sua força em casa. O ofício assinado por Aledino Montes, coordenador de competições, foi encaminhado ao Coronel Sílvio Benedito Alves, comandante geral da Polícia Militar de Goiás. O documento contém o pedido para que o time alviverde tenha um espaço maior nas arquibancadas e nas cadeiras.

O documento é baseado no artigo 86 do Regulamento Geral de Competições, no qual fala sobre a quantidade de ingressos direcionado ao time visitante.

"O clube visitante terá o direito de adquirir a quantidade máxima de ingressos correspondente a 10% da capacidade do estádio, desde que se manifeste em até três dias úteis antes da realização da partida, através de ofício dirigido ao clube mandante, necessariamente com cópia às federações envolvidas e à DCO", diz o artigo.

A resposta da PM ainda não foi divulgada. Os confrontos entre Goiás e Corinthians são marcados por grandes públicos, principalmente do lado paulista, que conta com grande concentração de torcedores no estado. Em 2005, quando o time alvinegro conquistou o título brasileiro, 43 mil pessoas estiveram no Serra Dourada, com maioria paulista. No último jogo entre os dois times, no fim de 2010, quando o Goiás já estava rebaixado, o público foi de 29 mil torcedores.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.