De olho na partida de volta das quartas de final da Copa Libertadores, o técnico Abel Braga poupou os titulares do Fluminense

Reservas do Fluminense venceram o Atlético-PR
Ricardo Ayres/Photocamera
Reservas do Fluminense venceram o Atlético-PR

Com gols de Rafael Sóbis e Samuel, os reservas do Fluminense venceram por 2 a 1 o Atlético-PR, neste domingo, em Macaé, pelo Campeonato Brasileiro. O técnico Abel Braga poupou os titulares por conta da Libertadores, mas os cariocas iniciaram a defesa do título com três pontos. Os paranaenses desperdiçaram muitas chances e vão retornar para o Pananá com a derrota.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

No primeiro tempo, o Atlético-PR teve as melhroes chances, mas foi o FLuminense que abriu o placar com Rafael Sóbis, de pênalti. Os visitantes chegaram ao empate com Manoel antes do intervalo. No entanto, na etapa final, Samuel fez o gol da vitória dos dosnos da casa.

Na próxima rodada, o Fluminense não vai atuar pelo Campeonato Brasileiro, mas entra em campo pela Libertadores, nesta quarta-feira, contra o Olímpia-PAR. Já o Atlético-PR terá pela frente o Cruzeiro, no mesmo dia, em Curitiba, pela Série A.

O jogo

O Fluminense começou a partida buscando ter o domínio da posse de bola, mas os tricolores tinham dificuldade em criar boas chances de gol. O Atlético-PR era mais organizado e nos contra-ataques ameaçava os donos da casa. Tanto que aos nove minutos os visitantes quase abriram o placar. Felipe cruzou pela direita e Ederson apareceu para finalizar no travessão de Ricardo Berna.

A resposta do Fluminense veio com gol, aos 15 minutos. Em um ataque rápido, Samuel foi lançado e acabou sendo derrubado por Cleberson na área. O ´parbitro marcou pênalti que Rafael Sóbis não desperdiçou.

Rafael Sóbis marcou para o Fluminense
Ricardo Ayres/Photocamera
Rafael Sóbis marcou para o Fluminense

O revés fez com que o Atlético-PR buscasse o ataque com mais vontade. Os paranaenses tiveram chance de empatar aos 21 minutos, com Felipe, mas Ricardo Berna fez a defesa. Seis minutos depois, foi a vez de Ederson chutar na trave esquerda. Só que aos 28 não teve jeito. Após escanteio, Manoel apareceu livre para cabecear para a rede e igualar o marcador em Macaé.

Depois disso, a partida ciu de rendimento, com as marcações das duas equipes levando a melhor sobre os ataques. Assim, o confronto foi para o intervalo com a igualdade no placar.

Na etapa final, o jogo permaneceu equilibrado. No entanto, aos oito minutos, o Fluminense aproveitou a primeir aboa chance para ficar nivamente a frente no marcador. Rafael Sòbis fez boa jogada pela esquerda e cruzou para Samuel finalizar para a rede.

Depois do novo revés, o Atlético-PR voltou a buscar com mais ênfase o ataque. Os paranaenses passaram a marcar sob pressão e acuar o Fluminense em seu campo de defesa. Os lances de perigo começaram a acontecer e aos 17 minutos, Marcelo veio em velocidade e chutou, mas na rede pelo lado de fora. Depois, o mesmo Marcelo foi lançado, só que RIcardo Berna saiu da área para salvar os tricolores.

Sendo pressionado, o técnico Abel Braga preferiu segurar o resultado e recuou a equipe colocando o volante Willian no lugar de Rafael Sóbis. Com isso, os cariocas passaram a avançar somente em contra-ataques. O Atlético-PR seguia com o domínio do jogo e rondando a área dos donos da casa.

Nos minutos finais, o Atlético-PR fez uma verdadeira blitz na área do Fluminense. Ricardo Berna passou a ser a grande figura da partida fazendo duas grandes defesas para garantir os três pontos aos tricolores.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 2 X 1 ATLÉTICO-PR

Local: estádio Cláudio Moacyr, em Macaé (RJ)
Data: 26 de maio de 2013, domingo
Hora: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG)
Assistentes: Alessandro Rocha de Matos (BA) e Marcelo Carvalho Van Gasse (SP)

Cartões amarelos: Diguinho e Ricardo Berna (Fluminense); Cleberson e Ciro (Atlético-PR)

Gols:
FLUMINENSE: Rafael Sóbis, aos 15min do primeiro tempo; Samuel, aos 8 minutos do segundo tempo
ATLÉTICO-PR: Manoel, aos 28 minutos do primeiro tempo

FLUMINENSE: Ricardo Berna, Gum, Anderson (Eduardo) e Elivélton; Wellington Silva, Fábio Braga, Diguinho, Felipe (Rhayner) e Monzón; Rafael Sóbis (Willian) e Samuel
Técnico: Abel Braga

ATLÉTICO-PR: Wéverton; Pedro Botelho, Manoel, Cleberson e Léo; Deivid, João Paulo (Marcão), Felipe (Paulo Baier) e Everton; Marcelo e Ederson (Ciro)
Técnico: Ricardo Drubscky

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.