Para emprestar Cañete, São Paulo impede contratação de Leão na Portuguesa

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Adalberto, diretor de futebol do São Paulo, teve constantes desentendimentos com Leão durante a última passagem do treinador pelo clube do Morumbi

AE
Leão foi técnico do São Paulo no ano passado

A liberação de Cañete para a Portuguesa por empréstimo teve uma condição curiosa na negociação. O São Paulo quis saber se Emerson Leão seria contratado, e o meia argentino só foi para o clube do Canindé porque os dirigentes da Lusa asseguraram que o ex-goleiro não assumiria a equipe.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Sabemos os métodos do Leão, e não seria apropriado ele trabalhar com o Cañete. Perguntamos à Portuguesa, e eles disseram que o Leão não seria contratado. Assim, finalizamos a transação", revelou o diretor de futebol são-paulino, Adalberto Baptista, à rádio Jovem Pan.

Adalberto teve constantes desentendimentos com Leão durante a última passagem do treinador pelo São Paulo, encerrada em junho do ano passado. Durante o período à frente da equipe, o ex-goleiro pouco pôde contar com o meia, que teve seguidas contusões.

Leia mais: São Paulo vence a Ponte Preta com um a menos e gols de Lúcio e Jadson

Mas o conhecimento do dirigente sobre o técnico já o fez formar uma opinião de que Cañete e Leão não podem trabalhar juntos. "Provavelmente o Cañete não iria para lá. Sabíamos que o Leão tinha diferenças com o Cañete, com o Jadson. Ele gosta de uns e não gosta de outros. Não seria bom para a evolução do Cañete."

Adalberto Baptista, contudo, tentou minimizar o poder do São Paulo em barrar a contratação de um treinador em um concorrente no Campeonato Brasileiro. O diretor de futebol destacou que o questionamento sobre Leão foi apenas uma condicional nas conversas que culminaram com o empréstimo de Cañete até dezembro.

"Não se pode dizer que é um veto. O São Paulo precisa saber todos os aspectos quando empresta um jogador para ganhar ritmo. Um deles é a localidade, e outro é o treinador. É importante para saber que o jogador vai evoluir", argumentou o dirigente.

Leia tudo sobre: são pauloleãoportuguesabrasileirão 2013

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas