Com um jogador a mais, Fluminense empata com o Olimpia em São Januário

Por Gazeta | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Agora, no próxima partida, quem ganhar avança na Copa Libertadores. Enquanto um novo 0 a 0 força a disputa de pênaltis, qualquer outro empate serve aos brasileiros

Rossana Fraga/Photocamera
Edinho em ação pelo Fluminense contra o Olímpia

O Fluminense não conseguiu mais do que um empate sem gols com o Olimpia na noite desta quarta-feira, em São Januário, pelo confronto de ida das quartas de final da Copa Libertadores. Nos dez minutos finais, a equipe carioca ainda contou com um jogador a mais em campo com a expulsão de Eduardo Aranda.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

O Tricolor das Laranjeiras vai decidir a sua sorte na próxima quarta-feira, no Estádio Defensores del Chaco, em Assunção, no Paraguai. Quem ganhar avança, enquanto um novo 0 a 0 força a disputa de pênaltis. Qualquer outro empate serve aos brasileiros, pois os tentos anotados como visitante valem para o critério de desempate.

O Fluminense começou pressionando, empurrado pela sua torcida e teve a primeira oportunidade de abrir o marcador logo aos cinco minutos. Após cruzamento de Jean, Leandro Euzébio recebeu na área, mas demorou a chutar e, quando o fez, viu o goleiro Martín Silva fazer grande defesa com os pés.

Leia mais: Jogador da base do Fluminense desaparece em Nova Iguaçu

Porém, o lance inicial não refletiu o que foi a primeira etapa. Pois, se o Fluminense tinha maior presença no campo ofensivo, encontrava sérias dificuldades para furar o forte bloqueio defensivo montado pelos paraguaios. Tanto que o Tricolor só voltou a assustar aos 17 minutos, em chute de fora da área de Jean, que Martín Silva espalmou, cedendo escanteio.

Com problemas de penetração, o Fluminense voltou a assustar em jogada de bola parada. Aos 36 minutos, Wagner cobrou escanteio e quase marcou um gol olímpico, mas Martín Silva evitou o gol. O arqueiro paraguaio voltou a salvar sua equipe seis minutos depois, em chute de fora da área, que desviou em Herminio Miranda e quase enganou o goleiro.

A última oportunidade de gol do primeiro tempo, porém, foi do Olimpia, aos 44 minutos. Após falha do sistema defensivo do Fluminense, Jorge Báez chutou cruzado e a bola passou à direita de Diego Cavalieri.

Na volta para o segundo tempo o Olimpia assustou logo aos cinco minutos, quando Castorino cruzou, Ortíz cabeceou e a bola foi defendida pelo goleiro. Porém a resposta do Fluminense foi rápida, um minuto depois, em cruzamento de Wellington Nem, que terminou em defesa de Martín Silva após Julio Manzur quase marcar contra.

Aos poucos o Olimpia foi retomando a eficiência defensiva, mas dessa vez com mais dificuldades de parar o Fluminense, que quase abriu o placar aos 20 minutos, quando Rhayner foi lançado por Fred, driblou o goleiro, mas furou na hora de chutar. Já aos 31, Wellington Nem cruzou e Wágner, livre de marcação, escorou para fora.

A torcida do Fluminense por muito pouco não soltou o grito de gol aos 33 minutos, quando Rafael Sobis cobrou falta com categoria e Martín Silva operou um verdadeiro milagre, cedendo escanteio. Três minutos depois a situação do Fluminense ficou um pouco mais clara quando Eduardo Aranda foi expulso por jogo violento.

A vantagem numérica foi a senha para o Fluminense pressionar ainda mais. O Tricolor por muito pouco não marcou aos 46, em chute cruzado de Wellington Nem que passou à direita do goleiro. Depois disso, porém, o Olimpia segurou a vantagem e garantiu o empate.

Antes do jogo de volta contra o Olimpia o Fluminense tem um compromisso neste domingo, às 18h30 (de Brasília), quando estreia no Campeonato Brasileiro enfrentando o Atlético-PR no Estádio Cláudio Moacyr, em Macaé (RJ).

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 0 X 0 OLIMPIA

Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 22 de maio de 2013 (quarta-feira)
Horário: 22 horas (de Brasília)
Árbitro: Roberto Silvera (Uruguai)
Assistentes: Mauricio Espinosa (Uruguai) e Carlos Changala (Uruguai)
Cartões amarelos: Bruno, Jean, Edinho e Carlinhos (Fluminense); Manzur, Eduardo Aranda e Ortíz (Olimpia)
Cartão vermelho: Eduardo Aranda (Olimpia)

FLUMINENSE: Diego Cavalieri, Bruno (Rafael Sobis), Digão, Leandro Euzébio e Carlinhos; Edinho (Samuel), Jean e Wágner (Felipe); Wellington Nem, Rhayner e Fred
Técnico: Abel Braga

OLIMPIA: Martín Silva; Manzur, Herminio Miranda e Candia; Giménez (Henrnan Pérez), Jorge Báez (Ariosa), Ortíz, Eduardo Aranda e Salinas; Salgueiro (Castorino) e Freddy Bareiro
Técnico: Ever Almeida

Leia tudo sobre: FluminenseOlimpiaCopa Libertadores 2013

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas