Uefa reduz exclusão do Málaga de competições europeias para um ano

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Clube espanhol quitou dívidas com jogadores e pagou os impostos atrasados para ter a pena reduzida junto à UEFA

David Ramos/Getty Images
Málaga teve sua pena reduzida para um ano de suspensão

O Málaga recebeu mais uma boa notícia nesta quarta: após pagar dívidas com jogadores e impostos, o clube espanhol, excluído das competições europeias das próximas quatro temporadas pela Uefa, teve a sua pena reduzida para apenas um.

"O relatório do comitê do Controle Financeiro de clubes da UEFA confirma que o Málaga, Hajduk Split e Osijek (Croácia), Dínamo Bucareste (Roménia), Partizan e Vojvodina (Sérvia) cumpriram todas as condições impostas e, por isso, as sanções não serão aplicadas", anunciou a entidade.Depois dos atrasos salariais e outras dívidas no final de 2012, o Málaga, dos brasileiros Weligton, Lucas Piazón e Júlio Baptista, havia sido punido com a exclusão dos torneios do Velho Continente, como a Liga dos Campeões da Europa e a Liga Europa, durante quatro anos.

A diretoria malagueña foi resolvendo a situação financeira do clube, presidido pelo empresário catariano Abdullah bin Nasser Al Thani, aos poucos. Na última semana, a Uefa havia diminuído o castigo para dois anos. Agora, os espanhóis estão liberados definitivamente a partir da temporada 2014/2015.

Mesmo assim, o Málaga ainda deverá recorrer ao TAS (Tribunal Arbitral do Esporte) para poder participar dos torneios continentais já neste segundo semestre. Atualmente, o time é o sexto colocado do Campeoanto Espanhol, com 54 pontos, na zona de classificação à Liga Europa.

Leia tudo sobre: UefaMálagaespanhafutebol mundial

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas