Gerente de futebol do clube confirma que atacante interessa, mas que as negociações para um possível retorno do jogador ainda não foram abertas

Robinho, atacante do Milan
AP
Robinho, atacante do Milan

O atacante Robinho deve ser novamente alvo do Santos no mercado de transferências. Sem titularidade assegurada no Milan (Itália), o jogador está de férias na Baixada Santista. O gerente de futebol do clube, Nei Pandolfo, confirmou que Robinho interessa, mas que as negociações para um possível retorno do jogador ainda não foram abertas.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"O Robinho está sempre na pauta, mas não conversamos com ele", disse Pandolfo, deixando claro que, no momento, os esforços da cúpula santista estão voltados para definir a situação de Neymar na Vila Belmiro.

A direção santista vem mantendo conversas com Barcelona e Real Madrid, ambos da Espanha, principais interessados em Neymar. Nei Pandolfo, porém, destacou que o tema é tratado pelo alto escalão do Santos. "Esse assunto é lá em cima, com os deuses do Olimpo (comitê gestor do clube), não é conduzido pela gerencia", explicou.

No entanto, os valores apresentados pelo Barça ainda não conseguiram satisfazer os interesses dos dirigentes do Santos. Por enquanto, os catalães foram os únicos a fazerem uma proposta oficial por Neymar.

O time praiano planeja vender o seu principal astro, para não deixar o atacante sair após o fim do seu contrato, em julho de 2014, sem qualquer tipo de recompensa financeira para os alvinegros - a partir de janeiro, Neymar pode assinar um pré-acordo com qualquer agremiação, sem que o Peixe receba uma indenização por isto.

Com relação a Robinho, o sonho é antigo. Na metade de 2012 e no começo deste ano, os santistas conversaram com os dirigentes rossoneros. Só que o Milan não aceitou, nas duas oportunidades, a ideia de se desfazer do atacante.

Agora, além do Santos, o Internacional promete entrar na briga para repatriar Robinho e reforçar ainda mais o seu elenco para o Campeonato Brasileiro.

*Com Gazeta

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.