Cañete fecha com a Portuguesa. João Filipe e L. Eduardo acertam com o Náutico

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Os três jogadores não estavam nos planos de Ney Franco e foram dispensados do São Paulo após a eliminação da Libertadores

Gazeta Press
Cañete foi dispensado pelo São Paulo e acertou sua ida para a Portuguesa

Depois de emprestar o lateral esquerdo Henrique Miranda para o Figueirense, o São Paulo deu continuidade nesta quarta-feira à reformulação prometida pelo presidente Juvenal Juvêncio. O clube do Morumbi anunciou de uma só vez os empréstimos de Cañete, que acertou com a Portuguesa, e de João Filipe e Luiz Eduardo, que acertaram com o Náutico. A previsão é que os três jogadores retornem ao Tricolor no início da próxima temporada.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

"A transferência do Cañete será importante para ele poder recuperar ritmo de jogo e confiança. Além da tradição e da história da Portuguesa, pesou o fato de ele poder permanecer em São Paulo e não precisar fazer nova adaptação. Temos plena confiança que ele terá muito sucesso e que em janeiro voltará a integrar nosso grupo, contribuindo para fortalecer ainda mais nosso elenco", disse o diretor de futebol do São Paulo, Adalberto Baptista, ao site oficial da equipe.

O meia argentino chegou ao clube com grande expectativa, em 2011, mas sofreu com diversas lesões e esteve em campo apenas 21 vezes, marcando um único gol. Luiz Eduardo, por sua vez, tem apenas 20 anos e chegou a ser escalado como titular pelo então técnico Paulo César Carpegiani, mas perdeu espaço nos últimos tempos. Caminho parecido com o de João Filipe.

"Existe um relacionamento muito bom com o Náutico e toda a sua diretoria. Além disso, temos um grande apresso pelo (técnico alvirrubro) Silas, que foi nosso jogador e fez história no clube. Lá, o Luiz Eduardo e João Filipe terão espaço e oportunidade para atuar e demonstrar seu futebol", afirmou o dirigente sobre a dupla de zagueiros.

Há duas semanas, quando o São Paulo foi eliminado da Libertadores com derrota por 4 a 1 para o Atlético-MG, Juvenal anunciou que o clube não contaria mais no segundo semestre com sete atletas. Além do quarteto já emprestado, o presidente afastou também o volante Fabrício, o lateral esquerdo Cortez e o atacante Wallyson. Os três jogadores estão treinando no CT da Barra Funda, enquanto os demais atletas têm trabalhado em Cotia.

Leia tudo sobre: portuguesaluiz eduardocañetesão paulonáuticojoão filipeigsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas