Em entrevista ao iG Esporte, jogador do PSG avalia que mudar de ares faria bem ao craque do Santos, pretendido pelo Barcelona: "É uma experiência fantástica dentro e fora de campo"

Lucas e Neymar juntos com a seleção brasileira
Rafael Ribeiro/ CBF
Lucas e Neymar juntos com a seleção brasileira

Se Neymar precisar da opinião de um amigo para definir seu futuro, pode procurar Lucas. Questionado sobre qual conselho daria ao craque do Santos sobre continuar no Brasil ou ir para o futebol europeu, o meia-atacante de 20 anos, que transferiu-se para o Paris Saint-Germain em janeiro após negociação de 43 milhões de euros, indicaria a segunda opção.

Comente esta notícia com outros torcedores

"São assuntos pessoais, quem tem de saber a melhor hora é ele, mas acho interessante a opção (por jogar na Europa). No meu caso, quis vir, senti que estava preparado e tomei a decisão depois de conversar bastante com a minha família. É uma experiência fantástica dentro e fora de campo, jogar campeonatos diferentes contra os melhores do mundo e ainda conhecer o que as cidades aqui têm a oferecer", disse Lucas ao iG Esporte , por telefone, de Paris, onde ainda ficará descansando antes de se apresentar à Seleção Brasileira, que disputará a Copa das Confederações, em junho - o grupo se encontrará no Rio de Janeiro no próximo dia 28 .

Veja fotos da carreira de Lucas:


Leia mais : Parreira diz que Neymar tem vontade de deixar o Santos: "Ele mesmo falou"

Eles são amigos desde que defenderam a seleção brasileira sub-20 no Sul-Americano da categoria, em 2011. Mesmo jogando em times rivais sempre fizeram demonstrações públicas de carinho, seja antes de partidas ou nas redes sociais. Lucas disse ter conversado com Neymar recentemente, quando aumentaram as especulações sobre sua ida para o Barcelona e o atacante também passou a ser pressionado na seleção brasileira, virando inclusive alvo de vaias no amistoso com o Chile, no Mineirão, no fim de abril. "Mas não conversamos sobre esses assuntos, só falamos de coisas boas. Só para matar saudade", garantiu.

Leia mais : Em conversa, Felipão indica Neymar ao Barcelona: "É um atleta exemplar"

Em sua primeira temporada na Europa, Lucas fez 15 jogos pelo PSG, não marcou gols e sofreu algumas lesões - por conta de um incômodo na região lombar chegou a vir ao Brasil se tratar no Reffis , centro de recuperação do São Paulo , seu ex-clube. Mas ganhou elogios por sua velocidade e maturidade mostrada em poucos meses na Europa. Neymar, por mais que tenha se tornado o principal jogador brasileiro atualmente, ainda gera desconfianças no Velho Continente. Mais um motivo, na visão de Lucas, para o amigo mudar de ares. "Neymar vai conquistar os europeus quando vier para cá", concluiu.

Amigo de Beckham

Lucas fez montagem de fotos com Beckham e compartilhou nas redes sociais
Reprodução Instagram
Lucas fez montagem de fotos com Beckham e compartilhou nas redes sociais

Lucas também comentou sobre a conquista do título francês, ajudando o PSG a encerrar um jejum de 19 anos, e a proximidade com David Beckham, que decidiu se aposentar. Após o jogo contra o Brest , o astro inglês foi mostrado na TV em vários momentos comemorando ao lado do jogador brasileiro.

"É uma pessoa sensacional, simples, que está sempre alegre. Era o primeiro a chegar e o último a sair dos treinos. Beckham é um ícone do futebol, foi uma honra jogar ao lado de alguém como ele logo no primeiro ano na Europa", resumiu Lucas, que publicou uma montagem de fotos com Beckham na rede social Instagram quando o inglês anunciou que se despediria do futebol.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.