No primeiro título, Pato se declara à namorada com camisa "true love"

Por iG São Paulo * |

compartilhe

Tamanho do texto

Barbara tem 28 anos, cinco a mais do que o atacante do Corinthians, é filha de Silvio Berlusconi, dono do Milan e ex-primeiro-ministro da Itáli

Por ter perdido um gol feito durante o empate com o Santos, Alexandre Pato não pôde fazer a homenagem que havia preparado para Barbara Berlusconi provavelmente se balançasse a rede. Como a chance não fez falta, o atacante usou a festa do título paulista do Corinthians para, através da camisa que vestia por baixo do uniforme, declarar "true love" (amor verdadeiro, em inglês) à namorada.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Barbara tem 28 anos, cinco a mais do que o jogador, é filha de Silvio Berlusconi, dono do Milan e ex-primeiro-ministro da Itália, e teve raras aparições desde que o namorado deixou a equipe de seu pai rumo ao Corinthians.

"Estou feliz de estar com ela", disse Pato, negando que tenha casamento em vista.

Veja imagens da decisão do Paulista

Jogadores do Corinthians levantam a taça após a conquista do Campeonato Paulista, diante do Santos. Foto: Djalma Vassão/Gazeta PressTite comemora a conquista do Paulistão, ao lado do volante Paulinho e do zagueiro Paulo André. Foto: REUTERS/Paulo WhitakerDanilo comemora com Paulinho o gol de empate do Corinthians diante do Santos. Foto: Djalma Vassão/Gazeta PressGil disputa a bola com Neymar, durante a final deste domingo, na Vila Belmiro. Foto: Djalma Vassão/Gazeta PressO zagueiro corintiano Paulo André e o atacante santista André disputam a bvola na Vila Belmiro. Foto: Djalma Vassão/Gazeta PressEmerson sofre com a marcação da defesa do Santos durante a final do Paulistão. Foto: Djalma Vassão/Gazeta PressNeymar cumprimenta Cícero, após a marcação do gol do Santos diante do Corinthians, na Vila Belmiro. Foto: Mauro Horita /Gazeta PressNeymar tenta escapar da marcação de Paulinho durante o primeiro tempo da final do Paulistão. Foto: Wander Roberto/Inovafoto/Gazeta PressConfusão entre policiais e torcida no Santos antes da final do Paulistão à frente da Vila Belmiro. Foto: Marcos Bezerra/Futura PressTorcedor do Santos exibe o rosto ensanguentado após a confusão com os policiais, na frente da Vila Belmiro. Foto: Djalma Vassão/Gazeta PressTorcedores do Santos saúdam a chegada do ônibus da equipe na Vila Belmiro. Foto: Djalma Vassão/Gazeta PressTorcedores do Santos fazem festa em frente à Vila Belmiro, antes da final diante do Corinthians. Foto: Mario Angelo/Gazeta PressTorcida do Santos faz festa antes do início do jogo decisivo do Campeonato Paulista, contra o Corinthians. Foto: Djalma Vassão/Gazeta PressTorcedora do Santos exibe a filha com a camisa do clube, antes do início da final do Paulistão. Foto: RENATO SILVESTRE/Gazeta PressO presidente da CBF, José Maria Marin, e Marco Polo Del Nero, presidente da FPF, chegam à Vila Belmiro para acompanhar a final. Foto: RENATO SILVESTRE/Gazeta Press

Se o namoro vai bem, seu relacionamento com o Corinthians ainda não é dos mais intensos. Na quarta-feira, após ter desperdiçado gol praticamente em cima da linha, na eliminação da Libertadores frente ao Boca Juniors, externou insatisfação por estar sendo pouco aproveitado por Tite. Neste domingo, o treinador o colocou em campo aos 29 minutos da segunda etapa.

Apesar do pouco tempo para mostrar serviço na Vila Belmiro, Pato poderia ter homenageado Barbara na comemoração de um gol. Nos minutos finais do empate por 1 a 1, recebeu ótimo passe de Douglas e, de frente para o goleiro Rafael, arrematou à esquerda do gol.

Mesmo sem gol seu, o camisa 7 já comemora seu primeiro título pelo clube. "É uma satisfação em quatro meses já ser campeão paulista. É tudo novo para mim. Estou feliz e agradeço ao apoio da torcida", falou o apaixonado atacante reserva.

*Com Gazeta

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas