Jogos de ida na Libertadores terão árbitros que foram alvo de reclamações nas últimas edições da competição

Buitrago prejudicou Corinthians e Flu em 2012
AFP
Buitrago prejudicou Corinthians e Flu em 2012

Os torcedores de Fluminense e Atlético-MG devem abrir o olho para os árbitros escolhidos pela Conmebol para comandar os jogos de ida das quartas-de-final da Libertadores nesta semana.

Deixe seu comentário para esta notícia

O Fluminense recebe o Olimpia em São Januário na quarta-feira e o árbitro será o uruguaio Roberto Silvera. Em um jogo da Libertadores de 2011 entre Santos e Colo Colo ele expulsou cinco jogadores, entre eles Neymar, logo após a comemoração de um gol com uma máscara.

Silvera ainda comandou a eliminação do Flu na Libertadores de 2011 para o Libertad e foi o árbitro do jogo de ida da final da Copa Sul-Americana 2009 na qual o time carioca foi goleado por 5 a 1 pela LDU no Equador.

O Atlético-MG joga na quinta-feira no México, contra o Tijuana, e o árbitro será colombiano José Buitrago, polêmico em 2012. O primeiro a reclamar dele foi o Corinthians nas oitavas de final do ano passado. Contra o Emelec, no Equador, o árbitro pilhou os corintianos, expulsou Jorge Henrique, e reverteu muitas faltas.

Pior foi para o Fluminense, que nas quartas de final contra o Boca Juniors, na Bombonera, expulsou Carlinhos, e não viu mão na bola de Roncaglia dentro da área. "Foram dois lances capitais na Bombonera. A expulsão do Carlinhos no primeiro tempo e o pênalti não marcado", lembra Rodrigo Caetano, diretor-executivo do Flu. Buitrago ainda apitou a estreia dos cariocas nesta Libertadores contra o Caracas, na Venezuela.

A Conmebol definiu ainda que Leandro Vuaden será o árbitro de Real Garcilaso e Independiente Santa Fé, quarta-feira, em Cuzco, no Peru. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.