Tamanho do texto

Zagueiro, revelado no Cruzeiro e que estava no futebol francês, mostrou muita segurança ao longo da campanha e chegou a ser comparado com o antigo ídolo Gamarra

Gil (à dir.) disputa a bola com Neymar, durante a final deste domingo, na Vila Belmiro
Djalma Vassão/Gazeta Press
Gil (à dir.) disputa a bola com Neymar, durante a final deste domingo, na Vila Belmiro

Causava espanto a insistência do Corinthians na contratação de Gil, um zagueiro comum que só saltou aos olhos nos tempos de Cruzeiro por um pênalti em Ronaldo. Mas a diretoria sabia o que estava fazendo ao negociar incansavelmente a saída do jogador do francês Valenciennes.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

O período ainda é curto, mas o camisa 4 se mostrou um reforço melhor do que Alexandre Pato e Renato Augusto até agora. Dos contratados no início do ano, um não chegou a se firmar no time, outro acabou tendo mais uma de suas recorrentes lesões graves, e só o beque foi titular na partida que deu o título do Campeonato Paulista ao Corinthians.

Chamado de "Gamarra negro" em brincadeiras na internet, Gil tem mostrado uma segurança muito grande. Pouca gente percebe que Chicão está machucado porque seu substituto parece vestir a camisa alvinegra faz muito tempo. Paulo André, seu companheiro de defesa, chegou a recomendá-lo para a seleção brasileira.

Veja também: Corinthians segura vantagem, empata na Vila, e é campeão paulista pela 27ª vez

"Aprendi muito na França, cresci nesse período na Europa. Procuro trabalhar bastante e fazer aqui o que vinha fazendo lá. Fui muito bem recebido pelos companheiros, isso também ajudou", comentou o zagueiro, simples nas palavras como é na proteção da meta do agora campeão paulista.

Leia também: Corintianos comemoram "título que faltava" e Paulinho despista sobre futuro

Foi só o seu primeiro título no Corinthians. Gil mostra mais no campo do que nas entrevistas que não pretende parar no Estadual. Erguer novos troféus pelo clube do Parque São Jorge parece um objetivo tão alcançável quanto vestir verde e amarelo. Para a Fiel, porém, bastam carrinhos em preto e branco.

Veja imagens da conquista do Corinthians