Diretor de futebol nega pressão para demitir Luxemburgo no Grêmio

Por iG São Paulo * |

compartilhe

Tamanho do texto

Rui Costa admite que avaliação mais ampla do trabalho deve ser feita nesta semana, mas afirma que especulações só surgiram externamente

Site oficial
Vanderlei Luxemburgo, técnico do Grêmio

O diretor de futebol do Grêmio negou que haja pressão dentro do clube para demitir o técnico Vanderlei Luxemburgo. Em entrevista à Rádio Gaúcha, Rui Costa admite que uma avaliação mais ampla do trabalho deve ser feita nesta semana, após a eliminação na Libertadores, mas afirma que as especulações de que Luxa deixe Porto Alegre só surgiram externamente.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"É uma especulação que não teve origem no clube, que surgiu na imprensa após a desclassificação. Nunca se ouvir nenhum dirigente do Grêmio falar sobre isso, nem nada saiu daqui. Todo o trabalho está em avaliação constante, temos reuniões semanais com o Vanderlei, mas é claro que a eliminação nos obrigará a uma avaliação mais ampla", declarou Costa.

O diretor lembrou que a renovação de dois anos no contrato de Luxemburgo, no fim do ano passado, recebeu amplo apoio da torcida e se deu por convicção do presidente Fábio Koff. Nesta segunda, haverá uma reunião para tratar com mais detalhes a situação do elenco e planejar a participação gremista no Campeonato Brasileiro e na Copa do Brasil.

*Com Gazeta

Leia tudo sobre: LuxemburgoGrêmio

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas