Com vantagem, Criciúma visita Chapecó por 10° título do Catarinense

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Time venceu a primeira partida por 2 a 0 e agora pode até perder por um gol que ainda fatura a taça do estadual

DEZA BERGMAN/Gazeta Press
Criciúma venceu o primeiro jogo da final catarinense por 2 a 0

O Criciúma pode perder por até um gol de diferença neste domingo que, ainda assim, conquista o décimo título catarinense de sua história. Depois de vencer a Chapecoense por 2 a 0 no jogo de ida, o Tigre vai a Chapecó neste domingo disputar a segunda partida da final do Estadual.

Deixe seu recado e comente com outros leitores

O triunfo no primeiro encontro não foi, no entanto, o bastante para que elenco e comissão técnica tirassem os pés do chão. "Fizemos um belo resultado dentro de casa. Mas também sabemos que a equipe deles marca bem, sai rapidamente para o jogo e joga bem com a torcida a favor. Então a gente tem que entrar sem dar mole. Se eles marcarem um gol no começo, pode complicar tudo. Mas a gente vai lá para jogar o nosso jogo, que é marcar em cima, e fazer o nosso gol", diz o meia Elton.

Leia também: Na véspera da final, Criciúma faz apronto em Chapecó

Além da vantagem no placar, o técnico Vadão tem duas outras boas notícias: o meia Ivo e o volante Amaral estão de volta à equipe, depois de passarem por lesões ao longo da semana.

E mais: Vadão promete manter postura ofensiva do Criciúma por jogo "muito bom"

A Chapecoense, por outro lado, precisa vencer por dois gols de diferença para levar a decisão para os pênaltis, e por três se quiser conquistar o título no tempo regulamentar. Por isso, o técnico Gilmar Dal Pozzo deve mandar a campo uma equipe ofensiva. Os cinco meias - entre eles Nenén, que volta de lesão - e os cinco atacantes relacionados pelo treinador são exemplo dessa postura agressiva.

"Peço ao torcedor vá e acredite. No futebol acontece tudo muito rápido. Teremos 90 minutos para vencer o jogo, tirar a vantagem. Todos estão confiando", afirma o goleiro Nivaldo. "Dentro de casa somos fortes demais. Precisamos de dois gols de diferença, no mínimo, e estamos confiantes que vamos reverter a vantagem do Criciúma", completa o zagueiro Rafael Lima. A Chape é tetracampeão estadual.

FICHA TÉCNICA
CHAPECOENSE X CRICIÚMA

Local: Estádio Regional Indio da Condá, em Chapecó (SC)
Data: 19 de maio de 2013, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Heber Roberto Lopes
Assistentes: Kleber Lucio Gil e Nadine Schramm Camara Bastos

CHAPECOENSE: Nivaldo; Fabiano, Rafael Lima, André Paulino e Tiago Saletti; Wanderson, Diego Felipe, Paulinho Dias e Nenén; Rodrigo Gral e Fabinho Alves
Técnico: Gilmar dal Pozzo

CRICIÚMA: Bruno; Sueliton, Matheus Ferraz, Ewerton Páscoa e Gilson; Amaral, Elton e Ivo; Lins, Marcel e Fabinho
Técnico: Vadão

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas