Responsável por levantar a última taça do estadual para o time, ex-zagueiro ressaltou que a experiência do Corinthians levou a melhor sobre a juventude de Neymar e Ganso

William atuou pelo Corinthians entre os anos de 2008 e 2010
Daniel Augusto Jr. /Gazeta Press
William atuou pelo Corinthians entre os anos de 2008 e 2010

O ex-zagueiro William foi o último jogador a erguer o troféu do Corinthians como campeão paulista. Em 2009, ele era o capitão daquele time estrelado por Ronaldo e comandado por Mano Menezes, que conquistou o estadual de forma invicta, com vitória em cima do Santos na grande decisão.

O Corinthians vai ser campeão paulista de 2013? Opine!

Naquela ocasião, o Corinthians venceu o jogo de ida, na Vila Belmiro, por 3 a 1, em atuação brilhante de Ronaldo, que marcou dois gols. O último deles foi um golaço. O ex-jogador recebeu passe de Elias e encobriu o goleiro Fábio Costa, em chute de esquerda.

Leia mais: William revela raiva de jogadores após queda: “Título para lavar a alma”

“Ronaldo mostrou capacidade e talento muito grandes. A boa forma dele na época ficou evidente com os gols incríveis que fez pelo time. Aquele de cobertura na Vila foi um balde de água fria no Santos. Eles tinham descontado o placar e vieram para cima, aquele golaço deixou o time deles desnorteado”, disse William em entrevista ao iG .

A decisão de 2009 confrontava uma equipe com jogadores experientes como William, Chicão, Alessandro e Ronaldo pelo lado corintiano e a nova geração santista, composta por Neymar e Ganso, ainda no início de carreira.

Confira ainda: Na decisão com o Santos, Tite pede força mental demonstrada contra o Boca

“Ganso e Neymar surgiam como promessas. Eram talentosos, tinham vontade, mas ainda faltava maturidade. A maior qualidade e experiência do nosso grupo prevaleceu”, comentou William, que atuou pelo Corinthians entre 2008 e 2010, ano em que se aposentou dos gramados.

Com boa vantagem após a vitória fora no jogo de ida, o Corinthians chegou ao seu 26º título paulista da história depois de empate por 1 a 1 no Pacaembu. Capitão daquela equipe desde o estadual do ano anterior, William foi o responsável por erguer a taça de campeão. Porém, não contava com um acidente para lá de inusitado, que poderia ter consequências piores.

Ao erguer o troféu do Paulistão, William deixou a taça cair em seu pé, após incêndio no palco
Cesar Greco/ Gazeta Press
Ao erguer o troféu do Paulistão, William deixou a taça cair em seu pé, após incêndio no palco


O palco em que o ex-zagueiro estava para levantar a taça começou a pegar fogo, William deixou o troféu cair no seu pé e ficou duas semanas sem jogar devido à uma fratura em um dos dedos.

“No momento, não vi as labaredas de forma tão preocupante. Só depois na televisão mesmo. Com o incêndio, o troféu cai no meu pé e quebrou meu dedo, mas poderia ser pior. Se cai para fora do palco, na cabeça de alguém lá embaixo poderia machucar mais. Isso mostra a incapacidade e incompetência para organizar eventos e premiações aqui no Brasil”, lamentou o ex-zagueiro.

Ao relembrar o título invicto de 2009, William salienta que aquela equipe foi formada na campanha da Série B. Para a conquista do estadual, apenas dois jogadores entraram no time titular de Mano Menezes no Corinthians, Ronaldo e Jorge Henrique.

“Foi um título muito comemorado pela questão da retomada. Fomos campeões da Série B e a qualidade da equipe ainda era questionada. Da Série B para o Paulistão entraram o Ronaldo e o Jorge Henrique e o time mostrou a sua força, já estava bem entrosado. Foi uma resposta e uma continuidade no trabalho”.

De lá para cá, o clube paulista conquistou a Copa do Brasil daquele ano, o Brasileirão de 2011, a Taça Libertadores e o Mundial de Clubes em 2012. Porém, bateu na trave e foi vice-campeão Paulista em 2011, após derrota para o Santos.

Nesse ano, o Corinthians volta a encarar o time da Baixada Santista na decisão. Após vitória por 2 a 1 no Pacaembu, tem a vantagem do empate na Vila para chegar ao seu 27º título estadual e evitar o tetra consecutivo santista.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.