Título do Campeonato Paulista vale 50% a mais que conquista da Libertadores

Por João Pontes - iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Apenas para participar do principal estadual do futebol brasileiro, os quatro grandes do estado recebem cerca de R$ 10 milhões com a venda dos direitos de transmissão

Nacho Doce/Reuters
Corinthians e Santos disputam o título neste domingo.Entre premiações e venda dos direitos de transmissão, campeão vai receber R$ 15 milhões

O título da Copa Libertadores da América, sem dúvida, é o principal sonho de consumo de todos os clubes do futebol brasileiro. Porém, no aspecto financeiro, a competição continental deixa a desejar. A conquista do Campeonato Paulista, por exemplo, vale 50% a mais que o título da Copa Libertadores.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Campeão do torneio organizado pela Conmebol no ano passado, o Corinthians recebeu cerca de R$ 10 milhões, entre premiações e venda dos direitos de transmissão. Já nesta temporada, o clube do Parque São Jorge vai receber cerca de 15 milhões se levar a melhor no duelo contra o Santos – o segundo jogo da final será disputado neste domingo, às 16h (horário de Brasília), na Vila Belmiro.

Leia mais: Paulista vira consolo para Corinthians e motivação para Tite fechar ciclo

Apenas para participar do principal estadual do futebol brasileiro, os quatro grandes do estado (Corinthians, São Paulo, Santos e Palmeiras) recebem cerca de R$ 10 milhões da FPF (Federação Paulista de Futebol) pela venda dos direitos de transmissão de suas partidas. De quebra, os clubes ainda conseguem antecipar as receitas de outros anos.

O volante Paulinho, do Corinthians, comemora seu gol diante do Santos, no primeiro jogo da final do Paulista. Foto: DJALMA VASSÃO / Gazeta PressO santista Neymar tenta dominar a bola, sob a marcação do corintiano Paulinho. Foto: Miguel Schincariol/ Gazeta PressO lateral santista Léo afasta a bola, sob o olhar do atacante corintiano Romarinho. Foto: DJALMA VASSÃO / Gazeta PressO técnico Tite orienta os jogadores do Corinthians durante a decisão no Pacaembu. Foto: MIGUEL SCHINCARIOL / Gazeta PressPoliciais tentam conter tumulto causado pela torcida do Santos, no Pacaembu. Foto: RENATO SILVESTRE/Gazeta PressMuricy Ramalho caminha para o banco de reservas antes do começo da decisão entre Corinthians x Santos. Foto: RENATO SILVESTRE/Gazeta PressAs musas de Santos e Corinthians marcaram a presença na final do Paulistão. Foto: Djalma Vassão/Gazeta PressAs musas do Campeonato Paulista posaram para fotos antes da partida começar. Foto: Djalma Vassão/Gazeta PressAs musas do Campeonato Paulista desfilaram em campo antes da decisão. Foto: DJALMA VASSÃO / Gazeta PressA torcida do Santos ocupou um pequeno espaço na arquibancada do Pacaembu. Foto: Djalma Vassão/Gazeta PressFaixa da torcida "Gaviões da Fiel" que fez homanagem ao Dia das Mães, no Pacaembu. Foto: FERNANDO DANTAS / Gazeta Press

“O Campeonato Paulista rende mais dinheiro ao campeão, mas o título da Copa Libertadores acaba dando maior retorno em prestígio internacional”, explica Luís Alvaro Ribeiro, presidente do Santos, que busca o quarto título seguido do Paulistão.

Confira ainda: Léo vê torcida como 12° jogador e diz: “Temos que puxar essa força"

Com a bilheteria, os jogos da Libertadores são mais rentáveis em comparação com os do Campeonato Paulista. Porém, no estadual, o campeão pode jogar até 13 partidas como mandante. Já na Libertadores, o campeão disputa sete partidas em seus domínios.

Veja também: "Herói" do Santos, Rafael acredita na virada contra o Corinthians

De qualquer forma, apesar do aspecto financeiro, o Campeonato Paulista recebe muitas reclamações de cartolas, treinadores e jogadores. A fórmula de disputa arrastada, com 19 rodadas para definir os oito classificados, deixa a competição pouco atraente para os torcedores. Para piorar, as quartas de final e as semifinais são disputadas em jogo único. De quebra, a única vantagem do clube com melhor campanha é jogar como mandante.

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas