Nesta sexta-feira, mesmo admitindo as dificuldades da negociação, o jornal Mundo Deportivo garantiu que o camisa 11 santista estaria mais perto do Camp Nou

A reunião entre o diretor de futebol do Barcelona, Raul Sanllehí, e o pai de Neymar, ocorrida na última quinta-feira, causou repercussão otimista por parte da imprensa catalã. Nesta sexta-feira, mesmo admitindo as dificuldades da negociação, o jornal Mundo Deportivo garantiu que o camisa 11 santista estaria mais perto do Camp Nou.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Segundo o diário, o Barcelona estaria disposto a aumentar a proposta inicial de 50 milhões de euros (cerca de R$ 131 milhões) para 60 milhões de euros (R$ 156,6 milhões). O valor seria correspondente à parte do Santos, que detém 55% dos direitos econômicos de Neymar.

O Mundo Deportivo , no entanto, ressalta a necessidade de se chegar a um acordo com os outros proprietários do passe da Joia santista. A empresa DIS possui 40%, enquanto a Teisa, formada por um grupo de conselheiros do Santos, tem 5%. Sandro Rosell, presidente do Barcelona, teria apressado as negociações diante das especulações de que o Real Madrid, seu maior rival, teria entrado novamente na briga para contar com Neymar.

Leia mais:  Título do Campeonato Paulista vale 50% a mais que Libertadores

O empresário Delcir Sonda, dono do grupo Sonda (detentor da DIS), disse, em entrevista à rádio RAC1 na noite da última quinta-feira, que o favorito para levar Neymar é mesmo o Barça. "Muitas coisas teriam que mudar e se o Barcelona não o levar. Ele dificilmente jogará em outro time"

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.