Após ser afastado da final do Paulista, árbitro anuncia aposentadoria

Por iG São Paulo * | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Rodrigo Braghetto justificou o fim da carreira ao afastamento por conta da Federação Paulista de Futebol

Gazeta Press
Rodrigo Braghetto anunciou o fim da carreira

Afastado pela Federação Paulista de Futebol (FPF) do segundo jogo da final do Paulistão, entre Santos e Corinthians, neste domingo, na Vila Belmiro, Rodrigo Braghetto decidiu encerrar a carreira de árbitro. Ele justificou a decisão por não concordar com a decisão da entidade - que em nota informou que a mudança fora um pedido do agora ex-juiz.

Comente esta notícia com outros torcedores

"Pensando no futebol e para evitar mais problemas para mim e para a Federação Paulista de Futebol, eu quero aproveitar a oportunidade para dizer que estou encerrando a minha carreira como árbitro profissional de futebol. É conflitante que eu saia para apitar no Campeonato Brasileiro e fique três dias fora", avisou Braghetto em entrevista ao programa Arena SporTV.

"Não pedi para sair. Isso foi uma mentira de um blog, que repercurtiu na mídia. O coronel (Marcos) Marinho (presidente da Comissão Estadual de Arbitragem) me ligou e me disse que achou melhor eu sair do jogo para evitar problemas futuros", completou.

Braghetto justificou que sua empresa presta serviços não apenas ao Corinthians, mas a outros clubes, como Portuguesa, Santo André e São Paulo. "Não é nada ilegal. É uma brecha no mercado que a gente acaba achando", defendeu-se.

Ele completou a explicação sobre a decisão de se aposentar dizendo que a carreira de árbitro estava atrapalhando seus negócios.

"Tenho 38 anos, estou há 17 anos na arbitragem, que me deu muitas coisas, mas começou a atrapalhar recentemente. Estou perdendo os meus negócios. Hoje, o árbitro é um abnegado. São testes físicos, provas, cursos... É um absurdo ter que ficar quatro dias na CBF e não receber um real. É um absurdo. Se eu não puder exercer meu sonho de apitar uma final, então prefiro parar de apitar futebol e seguir outra linha. Quem sabe até no futebol", completou.

A FPF realizará um sorteio ainda nesta sexta-feira para escolher o novo trio de arbitragem.

* Com Gazeta


compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas