Craques podem se encontrar na disputa por vaga na final da Libertadores. Jogador do Boca torcerá por Brasil e Espanha na Copa das Confederações

Amigo de Ronaldinho Gaúcho, o argentino Juan Román Riquelme espera encontrar o brasileiro na semifinal da Copa Libertadores. O astro do Boca Juniors ainda disse estranhar a ausência do meia do Atlético-MG na seleção brasileira.

Comente esta notícia com outros torcedores

"Seria muito bom (enfrentar Ronaldinho). Eu sempre digo que é importante ter um time argentino na final da Libertadores. Tomara que seja o Boca. Se não der para nós, desejo que algum amigo consiga. Espero que eles continuem jogando bem e que nós também tenhamos a sorte de passar para a semifinal", declarou.

Algoz do Corinthians , que defendia o título do ano passado, o Boca Juniors enfrenta o Newell’s Old Boys nas quartas de final. Já o Atlético-MG encara o Tijuana, responsável por eliminar o Palmeiras. Se vencerem seus respectivos compromissos, Riquelme e Ronaldinho se encontrarão na briga por uma vaga na final.

"O Ronaldinho está em um grande momento. É fácil perceber que está jogando de uma maneira brilhante e tenho gosto de vê-lo atuar assim. É uma pessoa que gosto muito e tomara que possamos avançar para a próxima fase da Copa Libertadores", afirmou Riquelme.O Atlético-MG, melhor time da primeira fase do torneio, é um dos candidatos ao título, reconhece o meia argentino. "Eles estão jogando muito bem desde o começo do campeonato, estão desfrutando de jogar o torneio. É uma equipe que está com muita confiança", observou Riquelme.

Leia mais : Ronaldinho nega atraso contra o Chile e sonha jogar a Copa de 2014

A grande fase de Ronaldinho no Atlético-MG, contudo, não foi suficiente para comover o técnico Luiz Felipe Scolari. O experiente Riquelme estranha a ausência do amigo na lista dos convocados para a Copa das Confederações, mas aposta em um chamado para 2014.

"É surpreendente, porque o Ronaldinho está jogando muito bem. Certamente, ele tem a esperança de disputar o Mundial. Ainda falta um ano inteiro e, se continuar jogando no mesmo nível, sem dúvida vai estar na próxima Copa do Mundo", declarou o argentino.

Leia mais : Felipão ainda cogita Ronaldinho Gaúcho, mas coloca até 'ucranianos' à frente

Pai do pequeno Agustín, admirador de jogadores como Neymar e Kaká, Riquelme se divide quando questionado sobre sua preferência na Copa das Confederações, uma vez que passou por clubes como Barcelona e Villarreal e ainda tem carinho pela Espanha.

"Eu vou torcer pelo Brasil, uma seleção que conta com grandes jogadores, e também pela Espanha, porque joga muito bem. Gosto dos times que jogam um bom futebol e o Iniesta é meu amigo. Espero que ganhe o Brasil ou a Espanha", declarou o meia do Boca Juniors.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.