Tamanho do texto

Depois do Corinthians, de onde saiu em 2009, o atacante teve passagens por Bragantino, Comercial, LASK Linz (Áustria) e Penapolense

Silvinho, atacante do São Paulo
Reprodução/Site oficial do São Paulo
Silvinho, atacante do São Paulo

Formado no Parque São Jorge, o atacante Silvinho precisou dar uma longa volta na carreira, após dispensa nas categorias de base do Corinthians, para retornar a um grande clube. Passados cinco anos do título da Copa São Paulo com a camisa alvinegra, ele acaba de chegar ao rival São Paulo.

"Era uma safra muito boa. Coube à direção, na época, a decisão de não continuar com alguns atletas. Tentei outros lugares, outros até pararam de jogar. Infelizmente saí. Felizmente, hoje estou aqui. A vida de jogador é assim. Hoje estou muito feliz", disse o jogador de 22 anos, nesta quarta-feira.

Embora tenha sido a primeira, a entrevista para a imprensa em Cotia não foi exatamente uma apresentação oficial. Contratado em 30 de julho, foi inscrito às pressas com o número 22 na Libertadores e estreou no segundo tempo da derrota para o Atlético-MG, que definiu a queda da equipe nas oitavas de final.

"O começo foi complicado. Cheguei em meio a um jogo decisivo, foi correria. Mas essa semana aqui em Cotia vai ser muito boa para pegar entrosamento. O grupo é excelente, tem jogadores de qualidade, todos me receberam muito bem", falou o ex-corintiano, sem a presença de dirigentes ou fotógrafos.

Depois do Corinthians, de onde saiu em 2009, Silvinho teve passagens por Bragantino, Comercial, LASK Linz (Áustria) e Penapolense. Foi na equipe de Penápolis, depois de nove meses difíceis no futebol austríaco, que ele chamou atenção da diretoria do São Paulo ao se destacar no Campeonato Paulista.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.