Diego Cavalieri terá a concorrência de Julio Cesar e Jefferson na luta pela titularidade na meta da seleção brasileira

Diego Cavalieri em treino do Fluminense
Nelson Perez/FluminenseF.C.
Diego Cavalieri em treino do Fluminense

Um dos três goleiros convocados por Felipão para a disputa da Copa das Confederações, Diego Cavalieri terá a concorrência de Julio Cesar e Jefferson na luta pela titularidade na meta da seleção Brasileira. Para o preparador de goleiros do Fluminense, Cristiano Nunes, o camisa 12 tricolor tem plenas condições de ser o escolhido para a posição.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Vai depender da avaliação que farão lá. Acho que nesse momento o mais importante é a recompensa pelo que foi feito. O fato de ser titular ou não vai depender muito da comissão técnica. Qualquer um dos três vai servir bem a Seleção", diz Nunes, em entrevista à Rádio Brasil .

Já o preparador físico Marquinhos evitou comparar os três goleiros chamados por Felipão, mas apontou as qualidades que podem fazer Cavalieri ser o escolhido do treinador para assumir a titularidade no gol da seleção.

Leia mais: Fluminense minimiza desfalques e rejeita adiar jogos do Brasileirão

"O diferencial dele é o foco, o grande mérito é esse. Manter o foco quando a bola está na outra área é mais difícil do que em sua área e ele consegue isso. Quando se mantém esse foco, o índice de falha reduz bastante. Ele passa até uma frieza, não exagera nas defesas, ele simplifica de uma maneira muito legal. As defesas simples são simples e as difíceis, são difíceis. Não vê deslumbramento em defesas, atuações", completa, em declaração à mesma rádio.

Com Felipão, Diego Cavalieri foi convocado para os amistosos contra Itália, Rússia e Chile, sendo utilizado apenas contra este último, empatado em 2 a 2. Antes disso, o goleiro do Fluminense havia sido utilizado otura vez por Mano Menezes, na partida de volta do Superclássico das Américas, sendo decisivo nas cobranças de pênalti que garantiu o título contra os argentinos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.