Guerrero atrai imprensa peruana para jogo entre Corinthians e Boca Juniors

Por Pedro Taveira - iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Autor de 12 gols na temporada, atacante é destaque em seu país; time paulista precisa de vitória por dois de diferença para avançar às quartas de final da Libertadores

Eduardo Di Baia/AP
Corintiano Guerrero tenta passar por marcação do Boca Juniors no primeiro jogo das oitavas de final

Com o Real Garcilaso, o Peru possui um time já garantido nas quartas de final da Copa Libertadores. E nesta quarta-feira a imprensa local torce para que um segundo também consiga sua vaga: o Corinthians. A presença de Paolo Guerrero no ataque corintiano fez com que duas equipes de reportagem peruanas viessem ao Brasil apenas acompanhar o duelo dos alvinegros contra o Boca Juniors.

Acha que o Corinthians passa pelo Boca Juniors? Comente

Durante a entrevista coletiva com Emerson Sheik depois do treino da última terça, o clube argentino era o assunto principal. Favoritismo, catimba e Riquelme foram os temas mais comentados. Exceto quando os repórteres peruanos pediram a palavra. Aí o foco mudou para Guerrero. Ambos queriam saber de seu papel dentro do grupo comandado de Tite.

“Antes do Paolo, a gente tinha outro sistema. O Paolo chegou com a galera um pouco desconfiada. Nos primeiros jogos principalmente ele não foi bem, foram seis jogos sem marcar gols. E aos poucos ele foi mostrando a qualidade de matador”, falou Emerson.

“Todo o sistema foi montado pra que ele pudesse jogar e hoje é peça fundamental no time. Ele vem provando isso, é um cara que dentro da area é decisivo. Tenho certeza que amanhã, se eles estiver bem, pode decidir a favor do Corinthians”, completou o atleta.

A mudança vem surtindo efeito, pelo menos para o jogador do Peru. No Paulistão, Guerrero fez oito gols, contra três de Emerson, que agora atua mais recuado. Na Libertadores o peruano marcou quatro vezes, enquanto Sheik ainda não baçançou as redes.

Esta não é a primeira vez que o clube do Parque São Jorge se torna alvo da imprensa peruana por causa de Guerrero. Após os gols do atacante no Mundial de Clubes, que renderam o título aos corintianos em cima do Chelsea, jornais do país destacaram a conquista como se uma equipe de lá tivesse sido campeã.

Depois da derrota por 1 a 0 em Buenos Aires há duas semanas, o Corinthians precisa de uma vitória sobre o Boca Juniors por dois gols de diferença nesta quarta, no Pacaembu, para seguir na Libertadores. Triunfo por 1 a 0 leva a decisão para os pênaltis. De vencer por um gol, mas com placar a partir de 2 a 1, a vaga fica com os argentinos.

Leia tudo sobre: corinthiansguerreroigsplibertadores 2013

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas