Corinthians desafia Boca e catimba por vaga nas quartas de final da Libertadores

Por Pedro Taveira - iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Derrotado no jogo de ida por 1 a 0, corintianos precisam de vitória por dois gols de diferença para avançar; se devolverem o placar, disputa vai para os pênaltis

O Corinthians enfrenta o Boca Juniors às 22h desta quarta-feira por uma vaga nas quartas de final da Copa Libertadores. Além do clube argentino, rival da decisão do torneio no ano passado, o time do Parque São Jorge terá um outro velho conhecido pela frente no Pacaembu: a catimba argentina.

Corinthians ou Boca Juniors, quem você acha que avança na Libertadores? Comente

Nicolas Blandi comemora após abrir o placar para o Boca Juniors diante do Corinthians na Bombonera. Foto: Eduardo Di Baia/APAtacante corintiano Guerrero tenta passar por marcação do Boca Juniors. Foto: Eduardo Di Baia/APPaulo André, do Corinthians disputa lance com Blandi, do Boca Juniors. Foto: Eduardo Di Baia/APAlessandro tenta o chute na partida das oitavas de final da Libertadores entre Corinthians e Boca Juniors na Bombonera. Foto: Eduardo Di Baia/APPaulinho protege a bola no duelo entre Corinthians e Boca Juniors na Bombonera. Foto: Eduardo Di Baia/APDaniel Torres se antecipa a Elano e domina a bola para o Santa Fé. Foto: Nabor Goulart/APVargas comemora primeiro gol do Grêmio contra o Santa Fé. Foto: Nabor Goulart/APOmar Perez comemora após converter pênalti e empatar para o Santa Fé. Foto: Nabor Goulart/APBarcos sobe para fazer o cabeceio. Foto: Nabor Goulart/APJogadores do Grêmio comemoram gol da vitória sobre o Santa Fé. Foto: Nabor Goulart/AP

Derrotado no jogo de ida por 1 a 0, o Corinthians precisa de uma vitória por dois gols de diferença para avançar. Se devolver o placar, a disputa vai para os pênaltis. Se o triunfo corintiano for por um gol, mas a partir de 2 a 1, o Boca Juniors segue adiante.

Sem atuar há três semanas devido a uma lesão na coxa esquerda, o meia Riquelme foi confirmado pelo técnico Carlos Bianchi na equipe titular dos argentinos. Ou seja, dá para esperar um time que entrará em campo para cozinhar o jogo e deixar o tempo passar.

LEIA: Sheik foge de polêmicas e prega respeito ao Boca na véspera de jogo decisivo

"O Riquelme vai atuar e todos nós já o conhecemos. Ele sabe controlar a bola e o ritmo de jogo. vai nos ajudar a manter a posse no meio-campo, o que vai ser muito importante para nós", declarou Bianchi.

Pelo lado corintiano, a confiança é de que as provocaçõs argentinas não surtirão efeito no experiente elenco. Também garantido na partida, o atacante Emerson falou que é melhor o Boca nem pensar na hipótese de tentar catimbar.

MAIS: Riquelme treina normalmente, e Bianchi confirma escalação do Boca Juniors

“O que eu posso garantir é que o Corinthians tem um grupo maduro acostumado com decisões. Seria uma postura infeliz por parte deles, porque certamente o Corinthians vai entrar para jogar e não vai cair em provocação do Boca”, disse Sheik.

Pelo lado tático, nenhuma surpresa. Nem Tite nem Bianchi esconderam as escalações. O Corinthians entrará em campo com a mesma formação que venceu o Santos no último domingo, pelo Paulistão. Já o Boca jogará sem Ledesma, expulso no duelo de ida, e arma esquema com quatro volantes, tendo Riquelme e Blandi mais à frente.

FICHA TÉCNICA – CORINTHIANS X BOCA JUNIORS (ARG)

Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 15 de maio de 2013, quarta-feira
Horário: 22h (de Brasília)
Árbitro: Carlos Amarilla (PAR)

CORINTHIANS: Cássio; Alessandro, Gil, Paulo André e Fábio Santos; Ralf, Paulinho e Danilo; Romarinho, Emerson e Guerrero. Técnico: Tite.

BOCA JUNIORS: Orion; Leandro Marín, Caruzzo, Guillermo Burdisso e Clemente Rodríguez; Cristian Erbes, Leandro Somoza, Erviti e Sánchez Miño; Riquelme; Blandi. Técnico: Carlos Bianchi.

Leia tudo sobre: corinthiansboca juniorslibertadores 2013igsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas