Sheik foge de polêmicas e prega respeito ao Boca na véspera de jogo decisivo

Por Pedro Taveira - iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Corinthians encara clube argentino nesta quarta-feira pela partida de volta das oitavas de final da Copa Libertadores e precisa vencer por dois gols de diferença para avançar

Emerson Sheik fugiu de brincadeiras e polêmicas na véspera da partida desta quarta-feira entre Corinthians e Boca Juniors, pela Copa Libertadores. Sempre descontraído, o atacante pregou respeito ao rival argentino em entrevista coletiva no CT Joaquim Grava.

Acha que o Corinthians passa pelo Boca Juniors? Comente

Perguntado logo de cara se “morderia” um adversário pela vaga nas quartas de final, a exemplo do que aconteceu na decisão contra o mesmo Boca no ano passado, Emerson respondeu com seriedade.

“Espero que não chegue a este ponto e que a gente consiga fazer o resultado sem que o jogo siga esse caminho de jogadas agressivas”, falou o atacante, que vê o Corinthians favorito para a partida, mas nem tanto para o confronto como um todo.

“O Corinthians é favorito para vencer uma partida pela qualidade do grupo, por estar jogando em casa com apoio do torcedor. Mas não é uma partida que começa 0 a 0. Daí talvez esse favoritismo não seja tão grande”, afirmou Sheik.

LEIA: Corinthians treina bolas paradas, e nenhum titular acerta 100% dos pênaltis

O único momento em que Emerson se soltou um pouco mais foi para comentar a possibilidade de haver catimba por parte dos argentinos. O atleta assegurou que os corintianos estão preparados para quaisquer tentativas do Boca em desestabilizá-los.

“Não sei se eles vão ter postura de provocar como habitualmente fazem. O que eu posso garantir é que o Corinthians tem um grupo maduro acostumado com decisões. Seria uma postura infeliz por parte deles, porque certamente o Corinthians vai entrar para jogar e não vai cair em provocação do Boca”, disse o atacante.

Corinthians e Boca Juniors se enfrentam na noite desta quarta, no Pacaembu, pelo jogo de volta das oitavas de final da Libertadores. Os argentinos venceram o duelo de ida por 1 a 0 e podem até perder por um gol de diferença, desde que marquem ao menos um, para se classificarem. Aos corintianos, apenas o triunfo por dois gols interessa.

Leia tudo sobre: corinthianslibertadores 2013igsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas