"Preparado", Bernard vive expectativa por convocação da seleção brasileira

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Apesar da pouca idade, o meia-atacante do Atlético-MG acredita que está preparado para assumir está responsabilidade na Copa das Confederações

Nesta terça-feira, às 11h30 (de Brasília), no Rio de Janeiro, Luiz Felipe Scolari faz a convocação da Seleção Brasileira para a disputa da Copa das Confederações. Os maus resultados nos últimos testes aumentou a incerteza sobre aqueles que seriam os homens de confiança de Felipão, aumentando a expectativa dos jogadores que passam por um bom momento, como o atacante Bernard, destaque do Atlético-MG neste início de Libertadores.

Colocado no Dortmund, Bernard nega proposta: “Somente especulações”

O atacante do Galo está ciente do ótimo desempenho de sua equipe e admitiu que tem esperança de ser convocado. "Por tudo que o grupo vem vivendo no cenário nacional e mundial, a expectativa sempre tem que existir. É claro que eu tenho essa expectativa, mas sempre respeitando meus companheiros e concorrentes", declarou o garoto Bernard em entrevista ao Sportv.

Flickr/Atltético-MG
Bernard, meia do Atlético-MG

Apesar de mais um bom início de ano, Bernard sofreu com uma lesão no ombro, que acabou tirando o jogador dos dois amistosos realizados apenas com jogadores que atuam no Brasil - contra Bolívia, em Santa Cruz de La Sierra, e Chile, no Mineirão. O atacante acredita que esta ausência pode custar caro em relação à convocação do treinador Luiz Felipe Scolari.

"A gente tem um sonho de jogar na Seleção, jogar uma Copa das Confederações e uma Copa do Mundo. Mas tudo tem seu momento certo. Infelizmente, eu tive uma lesão que me tirou dos dois últimos amistosos que contou com jogadores apenas do Brasil, mas a expectativa é grande", esclareceu Bernard, que não perde a esperança de vestir a "amarelinha".

Mãe de Bernard dá indícios que jogador pode ir para Alemanha

Apesar da pouca idade, o atacante do Galo acredita que está preparado para assumir está responsabilidade na Copa das Confederações. "Eu tenho como objetivo e meta jogar pela Seleção Brasileira. Eu me sinto preparado para jogar, por tudo que eu já fiz. Já passei por momentos difíceis no Atlético-MG, sei que na Seleção é diferente, mas me sinto preparado", analisou o garoto de 20 anos.

Revelado na Cidade do Galo, Bernard ganhou um companheiro fundamental para o crescimento de seu futebol. Ídolo do garoto, Ronaldinho Gaúcho procurou aconselhar o atacante, enaltecendo o futebol ofensivo desenvolvido pela promessa atleticana. "Essa confiança que ele me passou serviu para que eu pudesse absorver tudo o que ele fez e dar uma crescente na minha carreira", revelou.

Questionado sobre os jogadores que o inspiraram no início de carreira, Bernard admitiu que seu atual companheiro de clube foi seu maior exemplo. "É o atleta que eu sempre acompanhei, que eu sempre via jogar. Não serve de exemplo para ninguém, mas eu matava aulas para ver o Ronaldinho", concluiu o atacante que está nas quartas de final da Libertadores.

Leia tudo sobre: BernardAtlético-MGSeleção brasileira

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas