Em vantagem, Riquelme muda discurso e diz ver Corinthians favorito

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

O experiente jogador de 34 anos tratou de entregar o favoritismo ao Corinthians na briga por uma vaga nas quartas de final da Libertadores

Divulgação
Riquelme será titular contra o Corinthians

Tricampeão da Copa Libertadores, o meia Juan Román Riquelme molda seu discurso de acordo com a situação do Boca Juniors. Ao desembarcar em Guarulhos na tarde desta terça-feira, o experiente jogador de 34 anos tratou de entregar o favoritismo ao Corinthians na briga por uma vaga nas quartas de final do torneio continental.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Amanhã o favorito é o Corinthians. Joga em casa, ao lado de sua torcida, é o último campeão da Libertadores e vem de uma vitória sobre o Santos na final do Campeonato Paulista. Nós tentaremos fazer um bom jogo e espero que possamos passar", afirmou Riquelme.

Lesionado, ele não participou do jogo disputado na Bombonera, mas foi uma das principais personagens do confronto ao lembrar a tradição do Boca Juniors na véspera da partida. "Nós temos seis Libertadores. O Corinthians tem uma, conquistada no ano passado. Amanhã, somos mandantes e somos favoritos", dissera.

Das tribunas, Riquelme viu Blandi marcar o único gol do primeiro jogo, resultado que permite ao Boca Juniors jogar por um empate no Pacaembu a partir das 22 horas (de Brasília). O contexto favorável é suficiente para fazer o experiente meia mudar suas convicções e elogiar o time alvinegro.

Leia mais: Martínez vira banco e Boca testa retranca para pegar o Corinthians

"O Corinthians conta com um grande time. O Ralph e o Paulinho são fenomenais. O Guerrero e o Emerson jogam muito bem. Vai ser uma partida muito difícil para nós. Sabemos que vamos enfrentar uma grande equipe, em um estádio lindo e com muita gente", afirmou.

Se na Copa Libertadores o Boca Juniors joga por um empate diante do Corinthians para avançar, no Campeonato Argentino o time ocupa o penúltimo lugar entre os 20 inscritos e não vence há 12 rodadas. Apesar de elogiar o adversário e fugir da condição de favorito, Riquelme diz confiar na própria equipe.

"Estamos todos muito contentes de estar aqui e de poder enfrentar o último campeão da Copa Libertadores. Sabemos que vai ser um bom jogo, no qual acreditamos ter a possibilidade de avançar. Faltam 90 minutos e confiamos no que temos", declarou o meia.

Riquelme se disse plenamente recuperado da lesão e deve ser escalado no lugar de Martinez diante do Corinthians. A tendência é que o técnico Carlos Bianchi arme o time no 4-4-1-1 com a seguinte escalação: Orion; Marín, Caruzzo, Burdisso e Rodríguez; Erbes, Somoza, Sánchez Miño e Erviti; Riquelme e Blandi.

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas