Atlético-GO e Goiás voltam a empatar na primeira final do Goiano

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Goiás joga por um empate no jogo de volta, no próximo domingo, para ficar com o título estadual

Assim como na primeira fase, o equilíbrio voltou a prevalecer entre Atlético-GO e Goiás na primeira partida da decisão do Campeonato Goiano. Neste domingo, as duas equipes fizeram jogo truncado e de poucas chances no Serra Dourada, empatando em 0 a 0 e deixando a definição do título para a partida de volta - líder na fase de grupos, o Goiás joga por um empate para ficar com o troféu.

Comente esta notícia com outros torcedores

Mais agudo no início do primeiro tempo, o Atlético-GO teve a primeira chance de abrir o placar com Ricardo Jesus, aos 18. O atacante arriscou da entrada da área e acertou o travessão, assustando o goleiro Harlei.

Investindo nos contra-ataques, o Goiás respondeu na parte final da partida. A principal chance do Esmeraldino veio com Ramon, aos 36, pegando rebote na entrada da área e obrigando Márcio a fazer grande defesa de mão trocada.

Coritiba comemora o tetracampeonato paranaense. Foto: Heuler Andrey/Gazeta PressAlex comemora um de seus gols pelo Coritiba na final do Paranaense, contra o Atlético-PR. Foto: Giuliano Gomes/Gazeta PressJogadores do Atlético-PR comemoram o gol de Hernani (à esquerda) na final do Paranaense, contra o Coritiba. Foto: Giuliano Gomes/Gazeta PressFlavio Caça-Rato chuta para anotar o primeiro gol do Santa Cruz na final do Pernambucano, contra o Sport. Foto: Antonio Carneiro Costa/Gazeta PressJogadores do Vitória comemoram o gol de Max na goleada histórica sobre o Bahia. Foto: Edson Ruiz/Gazeta PressDinei, que fez três gols para o Vitória na final do Baiano, contra o Bahia, disputa bola pelo alto. Foto: Felipe Oliveira/Agif/Gazeta PressJogadores do Atlético-MG comemoram o gol de Diego Tardelli na final do Mineiro, contra o Cruzeiro. Foto: Marcelo Prates/Hoje em Dia/Gazeta PressRonaldinho, do Atlético-MG, leva a mãe Miguelina ao campo do Independência antes da final do Mineiro, com o Cruzeiro. Foto: Kildadre Medeiros/Photopress/Gazeta PressMarcel marca para o Criciúma na final do Catarinense, contra a Chapecoense. Foto: DEZA BERGMAN/Gazeta Press


Apesar de mais movimentado, o segundo tempo seguiu com poucas chances para os dois lados. Novamente mais perigoso, o Dragão chegou com perigo ao gol do Goiás em duas cabeçadas, aos 12 e 15 minutos.

A saída de Pipico, dez minutos depois, porém, esfriou os ânimos do Atlético-GO. Sem criatividade, os dois times pouco ameaçaram os gols de Márcio e Harlei e fizeram jogo fraco até o apito final. Este foi o terceiro empate em três partidas entre os dois times na temporada - o primeiro sem gols.

A segunda partida da decisão do Campeonato Goiano está programada para as 16h (de Brasília) do próximo domingo, novamente no Estádio Serra Dourada. Líder da primeira fase, o Goiás terá a vantagem de atuar diante de sua torcida e de jogar por um empate para garantir o título.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-GO 0 X 0 GOIÁS

Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Data: 12 de maio de 2013 (domingo)
Horário: 16h (horário de Brasília)
Árbitro: André Luiz Castro Cristhian Passos e Bruno Pires
Assistentes: Cristhian Passos e Bruno Pires
Cartões amarelos: Diego Giaretta, Leonardo, Róbston e João Paulo (Atlético-GO) e William Matheus, Amaral e Thiago Mendes (Goiás)

ATLÉTICO-GO: Márcio, John Lennon (Pituca), Ednei, Diego Giaretta e Leonardo (Caio); Dodó, Ernandes, Róbston e João Paulo; Pipico (William Barbio) e Ricardo Jesus
Técnico: Waldemar Lemos

GOIÁS: Harlei; Ernando, Rodrigo, Valmir Lucas; Vítor, Amaral, Thiago Mendes, Ramon (Neto Baiano), Eduardo Sasha (Felipe Amorim) e Renan Oliveira (Dudu Cearense); Walter
Técnico: Enderson Moreira

Leia tudo sobre: GoiásAtlético-GOCampeonato Goiano 2013final

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas