Treinador do Everton vai substituir Alex Ferguson, que ficou 27 anos no comando do Manchester United

Após ser anunciado oficialmente como o substituto do técnico Alex Ferguson a partir da próxima temporada europeia, David Moyes, ainda no Everton, já teve o seu primeiro desafio no Manchester United: o treinador recebeu algumas ameaças de morte por parte de torcedores através da internet.

Leia mais: Manchester United anuncia David Moyes como o substituto de Alex Ferguson

David Moyes, de 50 anos, será o novo técnico do Manchester United
Jon Super/AP
David Moyes, de 50 anos, será o novo técnico do Manchester United

Nas redes sociais, fãs do United pediram o mesmo sucesso de Ferguson. "Moyes, estou te avisando. Se você vier ao United e ferrar a gente, eu, pessoalmente, vou matar a sua família. Isso é tudo", escreveu um dos fanáticos, que também exigiram a permanência do atacante Wayne Rooney.

Torcedores do Everton, clube onde está há 11 anos, também demonstraram medo de um possível desmanche no time. "Se o Moyes comprar o Baines da gente, eu o mataria, honestamente", escreveu um torcedor. Além de Baines, Fellaini é outro cotado a trocar Everton por United.

E as ameaças não se estenderam apenas ao novo técnico dos Red Devils . Os presidentes dos dois clubes também foram muito criticados. "Kenwright (mandatário do Everton), se você substituir o Moyes pelo Rafa (Benítez, do Chelsea) ou pelo (Alan) Pardew (do Newcastle), vou te encontrar e te matar".

Mais exaltado, um fã da equipe de Manchester jurou morte à família Glazer, que administra o clube desde 2003. De acordo com informações do jornal britânico Daily Star , a polícia inglesa fará um monitoramento nas redes sociais para controlar as ameaças.

Moyes terá a missão de dar continuidade ao estilo de Ferguson, que, depois de 23 anos no comando técnico do time, conquistou 38 títulos (média aproximada de três a cada duas temporadas). Indicação do próprio Ferguson, Moyes também é escocês e já foi cotado a ser auxiliar-técnico do Sir no início da última década.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.