Gilson Kleina já usou 15 atletas da base e pode experimentar outras promessas ao longo da disputa da Segundona do Brasileirão

Se Luiz Felipe Scolari era questionado por pouco utilizar a base do Palmeiras , Gilson Kleina não corre esse risco. Desde que assumiu o Verdão na reta final do Campeonato Brasileiro, o treinador já utilizou 15 jogadores criados no clube e pode aumentar em breve com a promoção do meia-atacante Chico, de apenas 20 anos.

Palmeiras comemora longo tempo entre jogos com Tijuana, mas admite ansiedade

O jogador foi um dos destaques da equipe sub-20 na Copa São Paulo e despertou o interesse da comissão técnica do time principal. Atrapalhado por uma lesão, Chico teve de esperar para ser aproveitado por Kleina e teve a primeira chance nesta quinta-feira em jogo-treino que terminou em vitória alviverde por 1 a 0 sobre o Santo André.

Gílson Kleina vem investindo na renovação do elenco palmeirense desde que chegou ao clube no final do ano passado
Divulgação/Palmeiras
Gílson Kleina vem investindo na renovação do elenco palmeirense desde que chegou ao clube no final do ano passado

"Chico é um garoto que está subindo agora e queríamos que ele fizesse um trabalho para melhorar a parte física e ainda colocamos na segundo parte do jogo-treino", afirmou o comandante palmeirense, explicando a utilização do meia-atacante no trabalho tático que reuniu os titulares durante o primeiro tempo do jogo-treino com o Ramalhão na Academia de Futebol.

"Em casa", Chico encontrará 15 jogadores revelados pelo Verdão: Raphael Alemão, Bruno Oliveira, Wellington, Luiz Gustavo, Marcos Vinícius, João Denoni, Patrik, Patrick Vieira, Bruno Dybal, Diego Souza, Edilson, Vinicius, Caio, Emerson e Índio. Todos eles apostas de Kleina para um futuro promissor com a camisa do Palmeiras.

"Esses meninos têm condições de atuar. Essa identidade com o clube desde a base pode favorecer se eles se inserirem no trabalho aqui do profissional. Se o momento deles vai ser esse ano ou é para mais tarde, para ter mais experiência, o importante é que eles estão no caminho certo. É questão de tempo que o Palmeiras tenha jogadores revelados e com muita identidade com o clube", projetou Kleina, responsável por lançar sete garotos.

Para comprovar o bom momento das crias do clube, a diretoria anunciou nesta quinta-feira a renovação de contrato de três jogadores vindos da base alviverde. O meia Diego Souza, que vinha sofrendo com o assédio de outras equipes, renovou o vínculo até 31 de julho de 2017 e acabou com o temor dos dirigentes em perde-lo de graça como aconteceu com Bruno Sabiá, hoje no Internacional.

Autor do gol da vitória no jogo-treino com o Santo André, o atacante Emerson teria contrato encerrado no final deste mês e assinou até 31 de dezembro de 2015. Marcado pelas falhas na goleada por 6 a 2 contra o Mirassol, quando marcou um gol contra em menos de um minuto na sua estreia como profissional, o zagueiro Marcos Vinicius agora tem contrato com o Palmeiras até 31 de dezembro de 2015.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.