Fora isso, outra perda considerável será nas bilheterias. A renda bruta total dos cinco jogos como mandante até então na Libertadores foi de cerca de R$ 8,4 milhões

Por não ter conseguido vencer o Atlético-MG e avançar às quartas de final da Copa Libertadores, o São Paulo sofreu nesta quarta-feira a segunda eliminação seguida em quatro dias, o que significa deixar de ganhar até R$ 12,3 milhões em premiação, considerando os R$ 2,5 milhões pagos ao campeão paulista.

Frustrado, Rogério Ceni desconversa sobre aposentadoria no final deste ano

A Conmebol premia de acordo com as passagens de fase no torneio sul-americano: pouco menos de R$ 2 milhões até as oitavas de final, mais R$ 883 mil por atingir as quartas, R$ 1,08 milhão pela semifinal e 7,85 milhões ao vencedor.

Veja os 7 erros do São Paulo no ano :

Fora isso, outra perda considerável será nas bilheterias. A renda bruta total dos cinco jogos como mandante até então na Libertadores foi de cerca de R$ 8,4 milhões. Só pelo último deles, diante do próprio Atlético, entraram R$ 2.971.070,00 no caixa. Valor que certamente se repetiria nas três partidas finais se o São Paulo chegasse à decisão.

"A premiação é boa, principalmente no final. Tanto a premiação em si quanto a bilheteria são fontes interessantes. Para qualquer um dos times paulistas, a Libertadores representa de R$ 10 milhões a R$ 20 milhões no total de receitas", disse o diretor financeiro do clube, Osvaldo Vieira de Abreu.

O São Paulo tinha dura missão em campo, na quarta-feira. Depois de ser eliminado no domingo pelo Corinthians na semifinal do Campeonato Paulista, pôs em jogo sua sequência na Libertadores. Para seguir vivo, precisava reverter desvantagem da derrota de 2 a 1 no jogo de ida, contudo foi goleado por 4 a 1 e deu adeus também à competição continental.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.