Edu Dracena revela cobrança interna por grande atuação do Santos

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Apesar da vitória por 1 a 0 diante do Joinville, fora de casa, pela Copa do Brasil, e de estar invicta há 16 partidas, equipe da Vila Belmiro não jogou bem

Ricardo Saibun/Divulgação Santos FC
Edu Dracena, capitão do Santos, quer o time jogando melhor

A longa sequência invicta na temporada ainda não deixa os jogadores do Santos satisfeitos. Depois da vitória por 1 a 0 sobre o Joinville, na noite de quarta-feira, pela Copa do Brasil, o zagueiro Edu Dracena desembarcou com o restante do elenco do Peixe nesta quinta, no Aeroporto de Congonhas, e reconheceu que ainda espera uma grande atuação do time no ano.

Comente esta notícia com outros torcedores

"A cobrança é interna, entre nós jogadores também. O torcedor está acostumado a ver o Santos jogar bem e ganhar por vários gols. Infelizmente, não estamos conseguindo fazer isso neste ano, mas nosso time está sendo competitivo. Mesmo assim, sabemos que temos de melhorar e tomara que seja nessa final", afirmou.

Já o meio-campista Cícero não gosta de ouvir que o Santos ainda não conseguiu jogar bem em 2013. "Às vezes, as pessoas falam de grande atuação, mas nós estamos há 16 jogos sem perder. Imaginem se estivéssemos bem...", comentou.

Leia mais: Santos volta a se interessar e deve fechar com Willian José

O Santos sustenta uma série de 16 jogos sem derrotas, já que a última vez em que teve um resultado negativo foi no dia 17 de fevereiro, quando perdeu por 3 a 1 para a Ponte Preta, no Moisés Lucarelli. Por isso, apesar de admitir a falta de um futebol vistoso, Edu Dracena valoriza a sequência da equipe.

"Estamos há vários jogos sem perder e acho que isso tem de ser levado em conta. Temos sempre de melhorar e nunca achamos que está bom", afirmou, na esperança de conseguir se destacar contra o Corinthians, na briga pelo título do Paulistão. "Tomara que seja agora na final, quando se decide tudo".

A primeira partida da decisão do Estadual está agendada para domingo, às 16 horas (de Brasília), no Pacaembu. O segundo jogo da final será na Vila Belmiro, dia 19.

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas