Jô, com três gols, e Diego Tardelli, autor de um, comandam vitória por 4 a 1 no estádio Independência; Luis Fabiano descontou; mineiros esperam vencedor de Palmeiras e Tijuana

“Caiu no Horto, tá morto”. Os torcedores do Atlético-MG fizeram a previsão das arquibancadas. Dentro de campo, o time correspondeu. Nesta quarta-feira, a equipe de Ronaldinho venceu novamente o São Paulo , desta vez por incontestável 4 a 1, ampliou sua invencibilidade no estádio Independência e garantiu sua vaga nas quartas de final da Copa Libertadores. Os gols atleticanos foram marcados por Jô, três vezes, e Diego Tardelli. Luis Fabiano descontou.

O que achou da goleada do Atlético-MG sobre o São Paulo? Comente

Se havia uma equipe “soberana” em campo nesta quarta, era o Atlético-MG. O time amassou o São Paulo desde o início do jogo. Levou perigo logo aos 20 segundos e Ronaldinho colocou uma bola na trave com menos de dois minutos de partida. O primeiro gol veio aos 17, com Jô: Bernard recebeu na área, Rafael Tolói tentou cortar e ajeitou para o atacante chutar colocado no canto esquerdo de Rogério.

LEIA: 'Quando está valendo, está valendo', provoca Ronaldinho após goleada

Os mineiros perderam ainda outras três oportunidades claras de ampliar no primeiro tempo. No segundo, porém, passearam em campo. Jô, aos 17 e aos 23, e Diego Tardelli, aos 19, fecharam o caixão são-paulino no Independência. Gritos de “olé” já eram ouvidos aos 26 minutos da etapa final. Luis Fabiano ainda conseguiu diminuir aos 30, mas sem nenhuma possibilidade de reação. O tempo restante foi dedicado para Ronaldinho esbanjar sua classe com belos dribles.

O Atlético-MG soma agora 33 jogos sem saber o que é derrota no estádio, situada no bairro do Horto, em Belo Horizonte: são 26 vitórias e sete empates. O time espera agora o vencedor do confronto entre Palmeiras e Tijuana, do México – o primeiro duelo terminou 0 a 0 e o segundo será realizado na próxima terça, no Pacaembu.

Ao São Paulo, resta amargar a sexta eliminação consecutiva do torneio continental para clubes brasileiros. Em suas cinco participações anteriores, de 2006 a 2010, os paulistas caíram diante de Grêmio, Fluminense, Cruzeiro e duas vezes para o Internacional. A equipe só volta a jogar no dia 26, contra a Ponte Preta, pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.