Abel vê Fluminense diferente e elogia Fred: “O matador jogou, né?”

Por Gazeta | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Voltando de lesão, atacante marcou o primeiro gol na vitória sobre o Emelec que garantiu a classificação às quartas de final da Libertadores

Capitão do Fluminense, Fred voltou a mostrar sua importância ao elenco tricolor nesta quarta-feira. O atacante foi novamente o líder da equipe, marcando um dos gols na vitória sobre o Emelec, por 2 a 0, em São Januário, resultado que garantiu a classificação da equipe carioca para as quartas de final da Libertadores. O treinador Abel Braga não deixou de destacar a atuação do centroavante.

Com dois a mais, Fluminense vence Emelec e avança às quartas

“O matador jogou, né? Aí está a resposta”, ressaltou o comandante, depois de ser questionado sobre o que mudou no Fluminense para a partida desta quarta-feira. O Tricolor das Laranjeiras teve um início de semana complicado, já que perdeu a decisão da Taça Rio para o Botafogo, no último domingo.

Veja as imagens das partidas de quarta envolvendo times brasileiros na Libertadores:

Ganso tenta escapar da marcação de Leandro Donizete. Foto: Eugenio Savio/APLeandro Donizete reclama com marcação do árbitro. Foto: Washington Alves/VIPCOMMJô marcou três gols e foi o nome da goleada do Atlético-MG sobre o São Paulo. Foto: Alisson Gontijo/Gazeta PressRonaldinho disputa a bola com Wellington. Foto: Eugenio Savio/APFred comemora com a torcida após abrir o placar para o Fluminense. Foto: Felipe Dana/APMarcos Mondaini é perseguido por Bruno em ataque do Emelec. Foto: Felipe Dana/APFernando Gimenez escapa da marcação do Fluminense. Foto: Felipe Dana/APCarlinhos disputa a bola com Valencia. Foto: Felipe Dana/APFred protege a bola da defesa adversária. Foto: Felipe Dana/AP

Em relação ao esquema tático, Abel Braga deixou claro que sua equipe se modifica quando Fred está em campo. De acordo com o treinador, o atacante é a referência para todas das jogadas, até mesmo quando os zagueiros lançam do campo de defesa, pois é o responsável por brigar pela “primeira bola”.

“Há uma maneira de jogar muita clara na nossa equipe quando nós temos a referência, porque nós estamos acostumados a jogar com dois jogadores do lado do campo. Então fica difícil não ter uma referência, não é o ideal para nós”, esclareceu Abel Braga.

Ainda sem estar em ótimas condições físicas, Fred se superou em campo e permaneceu mais tempo do que foi planejado antes do início da partida. Abel Braga elogiou a garra do jogador e ressaltou que uma boa sequência de jogos seria importante até mesmo para a Seleção Brasileira. “Não é só o torcedor do Fluminense que quer ver o Fred em campo, é o torcedor brasileiro”, concluiu o treinador.

Leia tudo sobre: fluminensefredabel bragalibertadores 2013

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas