Diretoria do Vasco estuda realizar trocas para fortalecer o elenco

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Sem dinheiro em caixa, clube carioca tenta envolver outros atletas em negociações para se reforçar e ainda receberá dois jogadores do Cruzeiro pela venda de Dedé

Divulgação
Wellington Paulista, emprestado pelo Cruzeiro ao West Ham, pode reforçar o Vasco

A diretoria do Vasco segue trabalhando para reforçar o elenco para a sequência da temporada, pois sabe que o atual plantel vai encontrar muitas dificuldades no Campeonato Brasileiro e na Copa do Brasil. Porém, sem muito dinheiro em caixa para investir, a estratégia continua sendo a possibilidade de fazer trocas para resolver as carências do elenco.

Comente esta notícia com outros torcedores

O primeiro passo é tentar encontrar o mais rapidamente possível mais dois jogadores do Cruzeiro a fim de finalizar a transação que levou o zagueiro Dedé para a Toca da Raposa. Pelo acordo, o clube mineiro terá que ceder três atletas aos cariocas, mas, até o momento, somente o meia Alisson foi envolvido na transação. Apesar de o Vasco não confirmar ainda, outro nome que vai entrar no negócio é o atacante Wellington Paulista, que está emprestado pelo Cruzeiro ao West Ham, da Inglaterra, até o fim de junho. O jogador quer voltar ao futebol brasileiro e negocia uma renovação de contrato com a Raposa para poder ser emprestado por um longo tempo ao Vasco. O atleta gosta do Rio de Janeiro, onde viveu nos tempos em que defendia o Glorioso.

"A chegada dos jogadores do Cruzeiro vai sempre depender de uma avaliação da nossa comissão técnica. Se ela se interessar, as chances de chegarem são grandes", disse o presidente do Vasco, Roberto Dinamite.O clube também pretende trocar jogadores que não estão sendo aproveitados no elenco. O atacante Romário, por exemplo, interessa ao Guanghzou S&F, da China. Porém, o Vasco não quer liberá-lo somente por dinheiro. Primeiro, tentou uma troca pelo volante Jumar, que já defendeu o Cruz-Maltino, mas os chineses não aceitaram. O meia Davi, ex-Coritiba, também poderia ser incluído, mas não quer deixar a Ásia neste momento. Por fim, o Guanghzou ofereceu o atacante Rafael Coelho, outro ex-vascaíno. Porém, dessa vez quem não aceitou o negócio foi o Vasco.

Leia mais: Com tietagem de estudantes, Vasco faz primeiro treino em Juiz de Fora

Uma das posições procuradas em termos de reforços é a de goleiro. Paulo Autuori pediu a contratação de um jogador que possa chegar com status de titular. Um nome cogitado nos bastidores é o de Renan, hoje reserva no Botafogo. O jogador já esteve nos planos do Cruz-Maltino no passado e sempre fala em deixar o Alvinegro por não ter muitas chances em um time em que Jéfferson é titular absoluto. No ano passado, chegou a ser cogitada uma troca que levaria o atacante Eder Luis para General Severiano e a negociação pode ser retomada. Já Helton, hoje no Porto e que foi ídolo no Vasco, segue nos planos, mas o acerto é complicado, pois ele ainda tem um ano de contrato com o clube português.

Quem está de malas prontas para ir embora é o lateral-esquerdo Thiago Feltri, outro que não está nos planos da comissão técnica. O jogador vem negociando com a Portuguesa e o anúnico deverá acontecer nas próximas horas.

Leia tudo sobre: VascoCruzeiroRoberto DinamiteWellington PaulistaDedé

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas