Jadson tenta recuperar o sono e a confiança: “A vida precisa seguir”

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Com o São Paulo eliminado no Campeonato Paulista, meia tenta animar o time para o jogo de volta contra o Atlético-MG pelas oitavas da Libertadores

O meia Jadson não conseguiu dormir direito depois da derrota nos pênaltis para o Corinthians. "Perdi uma madrugada inteira de sono, assim como quando tropeçamos contra o Atlético", contou o jogador, ciente de que precisa recuperar rapidamente a confiança para a partida de volta entre o time mineiro e o São Paulo, pelas oitavas de final da Copa Libertadores da América.

Veja as imagens do duelo entre São Paulo e Corinthians pela semifinal do Paulistão:

Luis Fabiano perdeu pênalti no Morumbi. Foto: SÉRGIO BARZAGHI/GAZETA PRESSCássio vibra após defender pênalti de Luis Fabiano. Foto: WAGNER CARMO/Gazeta PressPato marcou o gol que garantiu o Corinthians na final. Foto: Miguel Schincariol/Gazeta PressA Panicat Babi no estacionamento do Morumbi. Foto: SÉRGIO BARZAGHI/GAZETA PRESSRafael Tolói acerta chute na cabeça de Emerson. Foto: SÉRGIO BARZAGHI/GAZETA PRESSGanso sofre falta de Ralf. Foto: Miguel Schincariol/Gazeta PressJadson domina a bola durante o clássico contra o Corinthians. Foto: WAGNER CARMO/Gazeta PressA Panicat Babi fez a festa da torcida antes do clássico. Foto: SÉRGIO BARZAGHI/GAZETA PRESSA Panicat Babi marcou presença no Morumbi. Foto: SÉRGIO BARZAGHI/GAZETA PRESS

"A gente não pode ficar remoendo o que aconteceu. A vida precisa seguir. É claro que estamos todos chateados com a eliminação no Campeonato Paulista, mas devemos já pensar no Atlético. Temos a chance de reverter a situação", discursou Jadson.

Apesar de tentar recobrar o otimismo, o meia do São Paulo repetiu diversas vezes a palavra "triste" nesta segunda-feira. "É normal que a nossa confiança diminua com as derrotas", reconheceu, indicando que o time precisa "correr dobrado" para se reabilitar diante do Atlético-MG.

"Vamos esquecer tudo isso aí. Tivemos dois jogos muito desgastantes, mas devemos nos apegar ao que fizemos de positivo para sair com a vitória. A maioria dos torcedores viu que o time se entregou contra Atlético e Corinthians. Houve uma fatalidade, mas eles continuam ao nosso lado", garantiu.Jadson sabe, no entanto, que a paciência da torcida pode não resistir a mais um fracasso no meio de semana. O São Paulo precisa vencer o Atlético-MG por dois gols de diferença para evitar a eliminação na Libertadores. Se deixar o torneio continental, terá de aguardar o início do Campeonato Brasileiro para voltar a atuar oficialmente.

"Ficar muito tempo parado é complicado. A torcida não espera isso. Nosso grupo também não. Ninguém quer", disse Jadson.

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas