"O Valdivia está bastante chateado por ficar fora", afirma palmeirense Leandro

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Valdivia não joga desde 14 de março e os exames mostram que sua lesão está cicatrizada há semanas, mas ele alegou ainda sentir dores

Gazeta Press
Valdivia segue fora do time do Palmeiras

No Palmeiras, enquanto os jogadores à disposição para a Libertadores estavam no México enfrentando o Tijuana, Leandro, que não pode atuar na competição, passou a semana com Valdivia, que ainda está sem condições de entrar em campo por sentir dores na coxa direita. E o atacante relata a tristeza do companheiro pelo desfalque.

Valdivia faz falta ao Palmeiras? Comente

"O Valdivia está bastante chateado. Ninguém quer ficar no departamento médico, ainda mais no momento em que o Palmeiras está passando, em ascensão apesar da queda para o Santos", comentou o jogador emprestado pelo Grêmio.

Antes de a delegação voltar de Tijuana, a última vez em que o chileno esteve com a maioria de seus colegas foi na Vila Belmiro. O meia acompanhou de um dos camarotes o empate com o Santos no tempo normal e a derrota nos pênaltis que eliminou o time nas quartas de final do Campeonato Paulista.

Leia mais: Palmeiras escolhe entre Araraquara e Itu como casa no início da Série B

O camisa 10, como outros que desfalcaram o grupo, não foi ao México e manteve seu tratamento na Academia de Futebol enquanto a equipe mostrava aplicação tática que a animou depois do 0 a 0. Uma alegria que Valdivia queria compartilhar melhor. "Ele está bastante triste mesmo por estar fora desse momento do Palmeiras", disse Leandro.

Mas nenhuma sensação o garante no jogo de volta, no dia 14, no Pacaembu. Valdivia não joga desde 14 de março e os exames mostram que sua lesão está cicatrizada há semanas, mas ele alegou ainda sentir dores dias após o clube vetar sua participação no amistoso entre Brasil e Chile - e ele já disse publicamente que a seleção é a sua prioridade no ano.

Gilson Kleina já soube dos médicos que não é possível ter garantias de que o meia estará em campo contra o Tijuana, o que gera lamentação até em Leandro, impedido de jogar na Libertadores. "Ele tem qualidade, alto nível. É um jogador de seleção. O Palmeiras perde muito sem ele."

Entre os machucados, Leandro agora também terá que passar força a Léo Gago, volante que veio emprestado com ele do Grêmio e que machucou o tornozelo na última terça-feira. "Fico chateado. Além de ser um companheiro de equipe, é um amigo meu. Mas todo o time vai dar força para ele recuperar logo", apostou o atacante.

Leia tudo sobre: leandrovaldiviapalmeirasCopa Libertadores 2013

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas