Fabiano faz contra e a favor, Chapecoense derrota o Figueirense e vai à final

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

O time do interior chega à sua oitava final de Campeonato Catarinense e tenta seu quarto título na competição estadual

Foi no sufoco, suportando a pressão do adversário e superando as lesões de dois jogadores importantes para o elenco, mas a Chapecoense está na quarta final do Campeonato Catarinense em seis anos. O lateral Fabiano fez a favor e contra e foi o herói do Verdão do Oeste para vencer o Figueirense por 2 a 1 e garantir a equipe na decisão para enfrentar o Criciúma.

A Chapecoense tem chances de buscar o título estadual? Comente e opine

A torcida alviverde lotou a Arena Condá neste domingo e empurrou a equipe antes mesmo do apito final. A força das arquibancadas motivou os jogadores, que retribuíram o apoio quase que imediatamente. Logo aos três minutos de jogo, Nenén cobrou escanteio fechado, Wanderson desviou o experiente matador Rodrigo Gral mandou para o fundo da meta alvinegra.

O ímpeto inicial dos mandantes passou todo para o Figueirense após o gol e o goleiro Nivaldo passou a trabalhar muito para evitar o empate do time de Florianópolis. Os visitantes voltaram mais ofensivos para o segundo tempo com o meia Danilinho na vaga do volante William Magrão e tiveram a ousadia compensada.

Aos 11 minutos, o atacante Eliomar apareceu pela direita, cruzou no primeiro pau e Fabiano desviou contra o próprio patrimônio, deixando tudo igual. Para piorar a situação, Rodrigo Gral e Nenén saíram lesionados e deixaram a torcida preocupada.

Nos contra-ataques, a Chape voltou a crescer na partida e passou a explorar a desorganização da defesa alvinegra. Já aos 42 minutos, Bruno Rangel foi derrubado na área e deixou Fabiano ir para a cobrança e garantir o Verdão na finalíssima. Nos instantes finais, André Rocha ainda foi expulso e encerrou qualquer esperança do Figueirense.

A Chapecoense chega a sua oitava final de Campeonato Catarinense e tenta seu quarto título na competição estadual. Em 1991, 1995, 2007 e 2011, a decisão foi contra o Criciúma, adversário que eliminou o Avaí nas semifinais deste ano. Na década de 90, melhor para o Tigre, enquanto o Verdão levou a melhor nas duas últimas.

Leia tudo sobre: chapecoensefigueirense

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas