Cuca comemora classificação no Mineiro e garante presença de Bernard na quarta

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Em casa, o Atlético-MG decide sua sorte nas oitavas da Libertadores contra o São Paulo

Divulgação
Cuca, técnico do Atlético-MG

Mesmo poupando alguns jogadores, o Atlético-MG atropelou e goleou o Tombense, por 5 a 1, neste domingo, no Estádio Independência. Com o resultado, a equipe garantiu vaga na final da competição, que acontece no próximo final de semana. Antes, no entanto, a equipe enfrenta o São Paulo pelas oitavas de final da Libertadores, na quarta-feira. Para a decisão, o técnico Cuca confirmou a presença de peças importantes e pediu foco para garantir a classificação na competição sul-americana.

"Jogo a jogo a gente está mentalizando conquistas, mas o futebol é complicado e quando a gente está em uma competição como a Libertadores só serve o primeiro lugar. A gente tem que se preparar o melhor possível e medir forças contra as outras equipes. Acho que foi um dia perfeito e temos que torcer para na quarta ser assim também", comentou o treinador.

Ainda no primeiro tempo, Bernard deixou o gramado reclamando de dores no ombro esquerdo, o mesmo que o deixou fora de campo por três semanas. Diego Tardelli também foi substituído durante a partida. Questionado sobre as alterações, Cuca comentou que elas foram apenas opções para preservar os atletas e garantiu a presença deles na quarta-feira.

"Nenhum dos dois é dúvida. O Bernard foi tirado por questão de prevenção e o Tardelli já havia sido combinado que ele iria jogar só uma parte. Ele ficou fora por muito tempo e precisava readquirir ritmo de jogo", analisou o comandante.

Para o jogo da Libertadores, as duas equipes vivem situações completamente distintas. Enquanto o Galo venceu fora de casa no primeiro jogo e garantiu a classificação para a final do Estadual, o São Paulo perdeu no Morumbi no meio da semana e neste domingo, sendo eliminado do Campeonato Paulista pelo Corinthians. Apesar disso, o treinador exige respeito ao adversário.

"Tem que ser respeitado. Tem um grande plantel. Quarta-feira não será nada fácil, é jogo duro e a gente tem que entrar com determinação para não ser surpreendido", concluiu.

Leia tudo sobre: atlético-mgcucabernard

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas