Botafogo vence o Fluminense, conquista a Taça Rio e leva o Campeonato Carioca

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Como já havia conquistado o primeiro turno, triunfo por 1 a 0 no clássico garantiu também o título estadual ao alvinegro

Com um gol de Rafael Marques no primeiro tempo, o Botafogo derrotou o Fluminense por 1 a 0, neste domingo, em Volta Redonda, e além de conquistar a Taça Rio, também levou o Campeonato Carioca, por ter vencido a Taça Guanabara. Este é o vigésimo título dos alvinegros na história dos Estaduais. A equipe repete o feito de 2010, quando também levou o Carioca de forma direta.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Em um primeiro tempo muito movimentado, mas sem muitas chances claras de gol, o Botafogo acabou marcando o gol aos 40 minutos, com Rafael Marques, aproveitando bola rebatida de Dória. Na etapa final, os alvinegros foram superiores durante boa parte do jogo e ainda despediçou um pênalti com Seedorf.

Leia mais: Rafael Marques vibra com conquista do Botafogo: "O gol veio para coroar"

A partir de agora, o Botafogo passa a pensar na Copa do Brasil, pois terá o jogo de volta contra o CRB, em Volta Redonda. Já o Fluminense foca somente na Libertadores e no confronto da volta contra o Emelec-EQU, nesta quarta-feira, em São Januário. Os tricolores precisam da vitória para avançar na competição sul-americana.

Seedorf levanta a taça do Campeonato Carioca. Foto: Futura PressBotafogo e Fluminense fizeram a decisão da Taça Rio, neste domingo. Foto: Ricardo Ayres/PhotocameraAbel Braga e Oswaldo de Oliveira se cumprimentam antes do duelo. Foto: Wagner Mayer/Agif/Gazeta PressLance de Botafogo x Fluminense, em Volta Redonda. Foto: Ricardo Ayres/PhotocameraRafael Marques marcou para o Botafogo no 1º tempo. Foto: Dhavid Normando/Futura PressJean tenta jogada observado por Marcelo Mattos. Foto: Ricardo Ayres/PhotocameraLance de Botafogo x Fluminense. Foto: Ricardo Ayres/Photocamera

O jogo
O duelo começou tenso, com os jogadores das duas equipes muito nervosos. Os contatos físicos mais bruscos aconteceiam com mais frequência e fez com que o árbitro Marcelo de Lima Henrique distribuísse três cartão amarelos com menos de dez minutos. Com este panorama, nenhum lance de mais perigo foi criado pelos times em Volta Redonda.

Após o primeiros minutos, os ânimos foram sendo acalmados e a partida passou a ficar movimentada. O Fluminense, com a necessidade da vitória, buscava mais o ataque. A primeira boa chance do jogo aconteceu aos 25 minutos quando Carlinhos foi cruzar e quase colocou para a rede. O goleiro Jéfferson estava atento e fez a defesa. Seis minutos depois, foi a vez de Rhayner finalizar e o goleiro alvinegro salvar a equipe. O Botafogo melhorou a partir dai e respondeu em cobrança de falta de Seedorf que Diego Cavalieri defendeu.

No entanto, aos 40 minutos, os alvinegros abriram o placar no Raulino de Oliveira. O lateral direito Lucas arriscou de longe, a bola bateu em Dória e sobrou para Rafael Marques, que finalizou sem chance para Diego Cavalieri.

O revés foi sentido pelos tricolores, que quase sofreram o segundo aos 43 minutos quando Fellype Gabriel recebeu passe dentro da área, mas chutou por cima do travessão. Antes do intervalo, Wellington Nem teve a oportunidade de igualar o placar, mas no momento em que foi finalizar de voleio, foi bloqueado por dois alvinegros. Assim, o Botafogo terminou a primeira etapa muito próximo do título.

Dhavid Normando/Futura Press
Rafael Marques marcou o único gol do jogo

No segundo tempo, mesmo com a vantagem no placar, o Botafogo que teve a primeira boa chance, logo com três minutos. Seedorf recebeu pela direita e, na entrada da área, chutou para boa defesa de Diego Cavalieri. Os alvinegros seguiram melhores e quase marcaram seis minutos depois. Em troca rápida de passes, Seedorf tocou para Rafael Marques na área, mas o atacante finalizou por cima do travessão.

Aos poucos, o Fluminense conseguiu equilibrar o confronto e passou a avançar com mais organização. Os tricolores tiveram sua primeira oportunidade aos 20 minutos, com Thiago Neves em chute de fora da área, mas Jéfferson fez boa defesa. A resposta do Botafogo veio em seguida, com Lodeiro, só que o meia tentou de cobertura e colocou para fora.

O Fluminense poderia ter empatado aos 25 minutos, quando Wellington Nem achou Leandro Euzébio livre na área. No entanto, de frente para Jéfferson, o zagueiro optou por esperar um possível pênalti, mas viu o goleiro ir na bola e salvar os alvinegros.

Depois de um período sem muitos momentos de perigo, o Botafogo teve a chance de liquidar a partida aos 35 minutos. Após cruzamento, o árbitro marcou pênalti de Digão em Bolívar. No entanto, no mesmo lance, Dória apareceu para marcar o gol, que acabou invalidado. Na cobrança, Seedorf colocou no travessão.

Nos minutos finais, o Fluminense ainda esboçou uma reação buscando o empate, mas pouco produziu para levar perigo para Jéfferson. Assim, o Botafogo chegou ao título da Taça Rio com uma campanha perfeita, só com vitórias e coroou a conquista do Campeonato Carioca.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 1 X 0 FLUMINENSE

Local: Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ)
Data: 5 de maio de 2013, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Assistentes: Dibert Pedrosa (RJ) e Ediney Mascarenhas (RJ)
Cartões amarelos: Gabriel e Marcelo Mattos (Botafogo); Edinho, Leandro Euzébio, Thiago Neves e Wellington Nem (Fluminense)
Gols: BOTAFOGO: Rafael Marques, aos 40min do primeiro tempo

BOTAFOGO: Jéfferson; Lucas, Bolívar, Dória e Júlio César (Lima); Marcelo Mattos, Gabriel, Fellype Gabriel, Seedorf (Lucas Zen) e Lodeiro; Rafael Marques (Vitinho)
Técnico: Oswaldo de Oliveira

FLUMINENSE: Diego Cavalieri; Bruno, Digão, Leandro Euzébio e Carlinhos; Edinho (Felipe), Jean, Thiago Neves e Wagner; Wellington Nem (Michael) e Rhayner (Samuel)
Técnico: Abel Braga

Leia tudo sobre: taça riofluminensebotafogo

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas