O treinador do Santos evitou apontar um candidato mais forte para avançar até a decisão do Campeonato Paulista

O Santos enfrenta o Mogi Mirim, neste sábado, às 18h30 (de Brasília), no Estádio Romildão, em busca de uma das vagas na final do Campeonato Paulista. Mas, para o técnico do Santos, Muricy Ramalho, a equipe praiana deve respeitar o adversário, uma das sensações da competição estadual deste ano.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"O Mogi está fazendo uma grande campanha, tem um bom time e vem mantendo a base há dois anos. Eles estão seguindo uma filosofia de trabalho e isso é importante. Além do que, é uma equipe que faz muito gols. Temos que respeitá-los, pois se trata de uma decisão e será um jogo duríssimo, como qualquer outro", afirmou Muricy.

O treinador santista aproveitou também para negar que os alvinegros sejam os favoritos neste confronto semifinal do Paulistão. Muricy Ramalho evitou apontar um candidato mais forte para avançar até a decisão do campeonato.

Leia mais: Membros do Cirque du Soleil visitam o Santos e Neymar ensaia acrobacia

"Nessa hora, favoritismo não existe. São 50% de chances para cada um. É difícil jogar no seu campo, mas o Santos vai entrar determinado, respeitando o time deles, para tentar a classificação, apesar das dificuldades", ponderou.

Para justificar as suas palavras, o comandante relembrou a vitória do São Paulo diante da Penapolense, no último domingo, no Morumbi. O Tricolor Paulista contou com um gol contra do zagueiro Jaílton para eliminar a Pantera da Noroeste, que criou boas chances de gol durante a partida.

"Outro dia, o São Paulo teve dificuldade de ganhar da Penapolense, assim como nós tivemos para ganhar deles, em casa (na última rodada da primeira fase). Aqui, em São Paulo, a diferença (para os clubes pequenos) não é tão gritante como em outros Estaduais. O Mogi é diferente, com uma equipe forte, bem formada, e está mostrando isso desde o ano passado", concluiu Muricy Ramalho.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.