Atacante teve de ser substituído aos 11 minutos de jogo. São Paulo perdeu para o Atlético-MG no Morumbi e se complicou na Libertadores

O atacante Aloísio tinha, mais uma vez, a grande chance da carreira: substituir Luis Fabiano em uma partida de Libertadores em um Morumbi lotado. Mas sua participação na derrota de virada por 2 a 1 para o Atlético-MG durou apenas onze minutos, quando o São Paulo ainda vencia. Com uma lesão na virilha direita, o camisa 19 deixou o campo chorando.

O que você achou da vitória do Atlético-MG sobre o São Paulo no Morumbi? Comente

“Me preparei tão bem para esse jogo e logo no início, na hora do gol... Faz duas semanas que eu estou praticamente saindo para jogar por causa da suspensão do Luis. Fiquei triste, chorei. Fiquei bravo porque queria ajudar, estava com raiva com o que estava acontecendo”, revelou Aloísio.

Leia também: São-paulinos admitem surpresa e evitam culpar Lúcio por derrota em casa

O atleta será avaliado nesta sexta-feira pelo departamento médico são-paulino para saber a gravidade da lesão. O doutor José Sanchez evitou fazer comentários precipitados sobre a contusão.

Veja ainda: Rogério Ceni considera expulsão de Lúcio “fatal” para o São Paulo

Na saída do Morumbi, Aloísio recebeu a visita de Ronaldinho Gaúcho, autor de um gol e principal nome na vitória do Atlético-MG nesta noite. Segundo o atacante, preocupado com sua condição física.

“O Ronaldinho é um amigo que eu tenho com meu empresário. Ele perguntou o que tinha acontecido comigo, se dava pra jogar o jogo de volta. É uma pessoa que eu gosto muito”, explicou o camisa 19.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.