Apesar da campanha melhor na segunda fase, o Juazeirense segue classificando o Vitória como o grande favorito a conquistar vaga na decisão

Considerado favorito ao título baiano no início da segunda fase do estadual, o Vitória viu a condição se esvair durante os oito jogos disputados até aqui na competição. Com campanha quase impecável, o Juazeirense liderou o Grupo 2, à frente do próprio Vitória, e quer seguir surpreendendo nas semifinais contra o Leão. A primeira partida entre as duas equipes está programada para as 20h30 (de Brasília) desta quinta, na Arena Fonte Nova.

Vitória joga nesta quinta pelo Baiano
Gazeta Press
Vitória joga nesta quinta pelo Baiano

"Trata-se de um adversário bastante perigoso, que não fez essa pontuação por acaso. Tem um excelente treinador e um ótimo grupo. É também uma equipe rápida no contra-ataque. Estamos preparados para encontrar dificuldades. Temos que ter paciência parta rodar a bola, não se precipitar, porque eles virão fechados. Mas vamos fazer de tudo para furar esse bloqueio", afirma o volante Luís Alberto.

Ao lado do atacante Marcelo Nicácio, o jogador é uma das novidades na relação do técnico Caio Júnior. Os dois, no entanto, devem ser apenas opção no banco de reservas. Por outro lado, o treinador promove a entrada do zagueiro Fabrício na vaga de Victor Ramos, suspenso em quatro jogos pelo Tribunal de Justiça Desportiva baiano por conta da expulsão contra o Botafogo-BA, no dia 13 de abril. A diretoria rubro-negra tenta efeito suspensivo para o defensor atuar na partida de volta e em uma eventual decisão.

Apesar da campanha melhor na segunda fase, o Juazeirense segue classificando o Vitória como o grande favorito a conquistar vaga na decisão. No entanto, o sentimento em toda equipe é de poder fazer frente ao Leão para conseguir feito inédito na breve história do clube.

"A gente vai manter a postura. Não vamos mudar. O time só tomou três gols em oito jogos. Nossa defesa é sólida. O Vitória tem nome, camisa, também fez uma campanha boa, mas nós temos nosso poderio", diz o técnico Quintino Barbosa, em entrevista ao portal iBahia . Criado em 2006, o Juazeirense disputa apenas sua segunda edição da primeira divisão nacional. "Nosso time está tranquilo, motivado. Vai ser complicado para todos nós, mas estamos confiantes. O time está buscando seu espaço", completa.

Sem nenhum desfalque, o time de Juazeiro tem a vantagem de jogar por dois resultados iguais nas semifinais, já que fez melhor campanha na segunda fase.

FICHA TÉCNICA
VITÓRIA X JUAZEIRENSE

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Data: 2 de maio de 2013, quinta-feira
Horário: 20h30 (de Brasília)
Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (Fifa-GO)
Assistentes: Wilson Pereira Sampaio (BA) e Elicarlos Franco de Oliveira (BA)

VITÓRIA: Deola, Nino Paraíba, Gabriel Paulista, Fabrício e Mansur; Luis Cáceres, Michel, Escudero e Renato Cajá; Maxi Biancucchi e Dinei
Técnico: Caio Júnior

JUAZEIRENSE: Maikon, Muriel, Edy, Rodrigo e Sandro; Waguinho, Naldo, Wanderson e Madson; William Carioca e Deon
Técnico: Quintino Barbosa

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.