Joel comemora vitória do Bahia e volta do sono depois de "mês de pesadelos"

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

"Estou feliz com o resultado, mas temos que passar pelo outro jogo para ir à final, que é o nosso objetivo", avaliou o treinador

O Bahia venceu o Juazeiro por 2 a 0 na tarde dessa quarta-feira, no jogo de ida da semifinal do Campeonato Baiano. Foi o primeiro triunfo de Joel Santana à frente da equipe, desde que ele voltou ao clube, há cerca de um quatro semanas. A vitória deixou o treinador, pelo menos momentaneamente, aliviado.

Bahia mata o jogo no primeiro tempo e dá grande passo rumo à final

"Vou poder dormir. Tive um mês de pesadelos. Agora vou ter felicidade. Estou feliz com o resultado, mas temos que passar pelo outro jogo para ir à final, que é o nosso objetivo. Nosso adversário é um time bom e não foi o primeiro do grupo à toa. É arrumado, sabe o que quer", disse a após a partida.

Joel Santana se transformou em garoto-propaganda de xampu nos últimos meses. Foto: ReproduçãoJoel Santana se transformou em garoto-propaganda de xampu nos últimos meses. Foto: ReproduçãoBahia foi o último clube de Joel, trabalho que acabou em maio de 2013. Foto: Divulgação/Flickr BahiaJoel Santana em sua passagem anterior pelo Bahia, em 2011. Foto: Gazeta PressJoel Santana cumprimenta a torcida em sua passagem anterior pelo Bahia, em 2011. Foto: AEJoel Santana em sua passagem anterior pelo Bahia, em 2011. Foto: Futura PressJoel Santana em ação no comando do Flamengo, em 2011. Foto: Futura PressJoel Santana em ação no comando do Flamengo, em 2012. Foto: VipcommJoel Santana em ação no comando do Flamengo, em 2012. Foto: VipcommJoel Santana em ação no comando do Flamengo, em 2012. Foto: VipcommJoel Santana trabalhou no Cruzeiro, no primeiro semestre de 2011. Foto: VipcommEm julho de 2011, Joel Santana comandou o Cruzeiro. Foto: VipcommNo primeiro semestre de 2011, Joel Santana trabalhou no Botafogo. Foto: AENo primeiro semestre de 2011, Joel Santana trabalhou no Botafogo. Foto: Gazeta PressJoel Santana assumiu a África do Sul em 2008. No ano seguinte, mesmo após ter levado a equipe à semifinal da Copa das Confederações, foi demitido. Foto: Getty Images

O Bahia fez os dois gols da partida no primeiro tempo. Com a vantagem, acabou caindo de rendimento na etapa final o que Joel colocou na conta do desgaste físico de alguns jogadores, que acabaram tendo que ser substituídos. O treinador, no entanto, garantiu ter ficado contente com a atuação geral.

"Já há uma esperança, uma luz no fim do túnel. Não tínhamos vencidos neste castelo maravilhoso que é este estádio . Vencemos em um lugar em que estávamos acostumados a vencer. O Zé Roberto fez uma partida que não fazia há muito tempo. O Fernandão é um jogador que lutou muito. A maior surpresa foi o Feijão. Ninguém esperava isso. Tenho conversado com esse garoto e com o Talisca desde que cheguei. Tenho tentado dar tranquilidade. Hoje ele foi muito bem até sentir uma dor na coxa e torcer o tornozelo", afirmou.

Se balançar as redes pelo menos uma vez, o Bahia pode perder por até dois gols de diferença que garante a vaga na final. Caso perca por 2 a 0, o Tricolor está eliminado. A segunda partida será realizada às 18h30 (de Brasília) deste sábado.

Leia tudo sobre: bahiajoel santana

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas