Os portugueses fizeram valer o mando de campo, jogaram melhor que o Fenerbahce durante praticamente todo o jogo, venceram por 3 a 1 e garantiram vaga na decisão da Liga Europa

Oscar Cardozo comemora classificação do Benfica
Francisco Seco/AP
Oscar Cardozo comemora classificação do Benfica

O Benfica até tomou um susto quando viu o Fenerbahçe empatar o jogo com um gol na cobrança de um pênalti discutível. Mas os portugueses fizeram valer o mando de campo, jogaram melhor que o Fenerbahce durante praticamente todo o jogo, venceram por 3 a 1 a segunda partida da semifinal e garantiram vaga na decisão da Liga Europa.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Os portugueses fizeram o placar necessário para a classificação, já que haviam perdido a primeira partida por 1 a 0 e o gol marcado pelo Fenerbahçe fora de casa obrigava uma vitória por dois gols de diferença. Cardozo duas vezes e Gaitán marcaram para os portugueses. O gol dos turcos foi feito por Kuyt, de pênalti.

O Glorioso, cada vez mais perto da conquista do título português, fará a final da Liga Europa contra o Chelsea, que desbancou o Basel-SUI. As duas equipes entram em campo no próximo dia 15, uma quarta-feira, em partida única, marcada para a Amsterdã Arena, na capital holandesa.

Veja fotos dos dois jogos da Liga Europa desta quinta-feira

O jogo

O Benfica começou a partida determinado a reverter o placar da primeira partida, quando foi derrotado por 1 a 0. Nos primeiros minutos de jogo, os benfiquistas fizeram marcação pressão, apertando a saída de bola do Fenerbahçe, e não deram chance aos turcos.

E o gol que o Benfica tanto buscava saiu logo aos nove minutos do primeiro tempo. O brasileiro Lima, ex-Santos, fez boa jogada pelo lado direito, invadiu a área e cruzou rasteiro para o argentino Gaitán, que, com um toque de primeira, tirou as chances de defesa do goleiro Volkan Demirel.

Com dificuldades para sair da forte marcação do Benfica, em uma das poucas brechas que teve para chegar à área dos portugueses, o Fenerbahçe teve um pênalti marcado a seu favor. Após lance confuso, o zagueiro Garay colocou a mão na bola, em um movimento que o árbitro da partida julgou intencional. O holandês Kuyt converteu a cobrança e empatou a partida.

O centroavante comemorou muito o gol com o brasileiro Cristian, que na partida de ida, na Turquia, ficou abalado emocionalmente após desperdiçar um pênalti. O ex-corintiano deixou o gramado chorando de forma compulsiva ao final do primeiro tempo.

Depois do gol, a equipe turca equilibrou as ações e passou a criar algumas chances de gol. Aos 34 minutos, entretanto, os portugueses foram mortais. Após rápida cobrança de falta, Cardozo recebeu na entrada da área, girou em cima da marcação e mandou de canhota para o fundo do gol.

O panorama do fim do primeiro tempo, com o Benfica buscando o ataque e o Fenerbahçe se defendendo a todo custo, foi mantido nos minutos iniciais do segundo tempo, quando o time português ainda buscava o gol da classificação.

Aos 12 minutos da segunda etapa, o defensor do Fenehbahçe, Gonul, caiu desacordado no campo após ser atingido pelo pé de Gaitán em uma jogada aérea. O jogador foi atendido no gramado e removido pela ambulância em direção a um hospital próximo do Estádio da Luz.

Os portugueses conseguiram transformar a pressão em gol aos 21 minutos. Após cruzamento do lado direito, a bola sobrou para Luisão. O zagueiro teve o chute bloqueado, e, na sobra, Cardozo, livre de marcação e cara a cara com Demirel, marcou o terceiro gol do Benfica.

Nos últimos minutos, já sem muitas opções, o Fenerbahçe decidiu se lançar ao ataque, mas não criou nenhuma grande oportunidade para diminuir o placar. A equipe do brasileiro Cristian insistia nas bolas aéreas, mas sem sucesso. Uma cabeçada de Korkmaz, já nos acréscimos, foi a melhor chance dos turcos, mas o goleiro brasileiro Artur defendeu com segurança.

FICHA TÉCNICA - BENFICA 3x1 FENERBAHCE
Local:
Estádio da Luz, em Lisboa (Portugal)
Horário: 16h05 (de Brasília)
Árbitro: Stéphane Lannoy (França)
Assistentes: Fréderic Cano e Mickael Annonier (ambos da França)
Cartões amarelos: Maxi Pereira e Pérez (Benfica), Cristian e Caner Erkin (Fenerbahce)

Gols
BENFICA:
Gaitán, aos nove minutos do primeiro tempo, Cardozo, aos 34 minutos do primeiro tempo e aos 21 do segundo
FENERBAHCE: Kuyt, de pênalti, aos 23 minutos do primeiro tempo

BENFICA: Artur; Maxi Pereira, Luisão, Garay e André Almeida; Matic, Enzo Pérez, Salvio e Gaitán (Roderick); Cardozo (Urreta) e Lima
Técnico: Jorge Jesus

FENERBAHCE: Volkan Demirel; Gonul (Bekir ?rtegün), Yobo, Korkmaz e Ziegler; Salih Uçan, Sahin (Mehmet Topuz) e Cristian; Kuyt, Erkin (Stoch) e Sow
Técnico: Aykut Kocamanan

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.