Após levarem a melhor na semifinal da Copa do Nordeste, alagoanos voltam a ganhar do time cearense e ficam perto da classificação na Copa do Brasil

Pela terceira vez na temporada, ASA e Ceará se encontraram em partidas eliminatórias. No início do ano, os alagoanos levaram a melhor na semifinal da Copa do Nordeste com um empate em 3 a 3 e uma vitória por 1 a 0. Nesta quarta-feira, o duelo foi pela segunda fase da Copa do Brasil e o torcedor que foi ao Coaracy da Mata Fonseca viu mais um triunfo do Fantasmão: 3 a 0.

Deixe seu recado e comente a notívia com outros torcedores

Na estreia de Ricardo Silva no banco de reservas, a equipe de Arapiraca tomou proveito do time misto escalado por Leandro Campos no Vozão e partiu para cima desde os primeiros minutos. O técnico visitante, inclusive, era o comandante do ASA nas partidas da Copa do Nordeste no começo da temporada e foi à equipe cearense substituir Ricardinho.

A chance mais clara, no entanto, apareceu apenas aos 22 minutos e os donos da casa não desperdiçaram. O centroavante Léo Gamalho recebeu passe em profundidade, girou sobre a marcação na entrada da área e tocou na saída do goleiro Tiago para fazer um bonito gol no Fumeirão.

O Ceará tentou responder em cobrança de falta do zagueiro Rafael Vaz, mas os mandantes seguiam melhores no jogo. E o ritmo mais forte da equipe alagoana voltou a ser coroado no segundo tempo quando, aos 18 minutos, Tallyson cruzou com perfeição e Léo Gamalho bateu de primeira para fazer o segundo dele, o segundo do Fantasma das Alagoas.

Desesperados, os jogadores do Vovô partiram para o ataque e passaram a deixar a defesa vulnerável. Do outro lado, os arapiraquenses não se acomodaram com a vantagem e ampliaram o placar na reta final da partida. Aos 31 minutos, o ídolo Didira aproveitou vacilo da defesa cearense e balançou as redes para se redimir com a torcida na temporada depois de ser muito criticado.

Para selar de vez a classificação para a terceira fase da Copa do Brasil, o ASA pode perder até por três gols de diferença no jogo de volta, desde que fure a defesa rival. Já o Ceará, que jogará diante da torcida na próxima quarta-feira, às 22 horas (de Brasília) no Castelão, precisa devolver o placar de Arapiraca para levar a decisão para os pênaltis. O vencedor encara quem levar a melhor do duelo entre Flamengo e Campinense - os cariocas venceram na Paraíba por 2 a 1.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.