Figueirense precisa da vitória no próximo domingo para chegar à decisão do Campeonato Catarinense

Adilson Batista, técnico do Figueirense
Site oficial do Figueirense
Adilson Batista, técnico do Figueirense

Precisando da vitória para chegar à decisão do Campeonato Catarinense, o Figueirense deve ir para cima da Chapecoense no próximo domingo. No treino desta quinta, o técnico Adilson Batista sinalizou a possibilidade de escalar três atacantes mesmo atuando fora de casa.

Deixe seu recado e comenet a notícia com outros torcedores

Na primeira metade das atividades, o comandante sacou o lateral-esquerdo Helder e deslocou Gerson Magrão para fazer a função. Em sua vaga, Adilson deu mais uma chance ao atacante Eliomar, deixando a armação da equipe sob a responsabilidade de Maylson.

"É possível (jogar com três atacantes), trabalhamos e fizemos isso no segundo tempo aqui. Aguardo a definição de dois atletas que tem o aspecto físico que precisamos melhorar. Vamos encontrar o que a gente acredita que é o melhor para o jogo", despista o treinador, que fechou os portões durante o complemento do treinamento desta quinta.

Para avançar à final do estadual, o Figueirense terá que acabar com série de cinco meses sem perder em casa da Chapecoense. Apesar de os rivais precisarem apenas de um empate para confirmarem a classificação, Adilson acredita em jogo aberto na Arena Conda.

"Eles vão sair para o jogo, precisam sair porque estão jogando em casa. Todo mundo pensa em sair. Aqui eles também queriam, mas nós não deixamos. Nós não fomos incisivos, mas dominamos o jogo", conclui o treinador.

Clube repatria atacante vice-artilheiro do estadual

Um dos destaques do Campeonato Catarinense, com 11 gols, o atacante Jean Carlos está de volta ao Figueirense. Nesta quinta, a diretoria do Furacão anunciou o retorno do jogador, que disputou a Série A de 2007 pela equipe e foi vice-artilheiro do estadual deste ano defendendo o Atlético Ibirama.

Esta é a segunda contratação do Figueira para a disputa da Série B do Campeonato Brasileiro. O primeiro reforço foi justamente o maior goleador do Campeonato Catarinense, Rafael Costa, que marcou 12 gols com a camisa do Metropolitano.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.