Médico é cauteloso, mas Kleina tem certeza de que Valdivia joga no dia 14

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Meia chileno tem dores na coxa, porém o técnico do Palmeiras confia na recuperação do jogador para a partida de volta das oitavas da Libertadores contra o Tijuana

Ao anunciar os desfalques de Valdivia para os jogos contra Santos e Tijuana, o médico Otávio Vilhena preferiu nem definir um prazo para sua volta. A expectativa mais otimista era de que o meia estaria garantido em campo só na estreia do Palmeiras na Série B do Brasileiro, no dia 25. Mas Gilson Kleina crê que poderá contar com ele antes.

Marcello Zambrana/Gazeta Press
Valdivia vem se recuperando de lesão e pode voltar contra o Tijuana, no dia 14

"Nos próximos 14 dias, tenho certeza de que o Valdivia vai se recuperar para termos força máxima no Pacaembu", comentou o treinador à Fox Sports, já esperando ter o camisa 10 para o confronto de volta contra o Tijuana, pelas oitavas de final da Libertadores, no dia 14.

Caso o técnico esteja certo, o chileno entrará em campo exatamente dois meses após seu último jogo, na vitória contra o Paulista, em 14 de março - no dia seguinte, foi constatada lesão na coxa direita. Os médicos tinham programado que ele enfrentaria o Santos no último sábado, mas o jogador, após ser vetado pelo clube de jogar por sua seleção na última quarta-feira, reclamou de dores, embora os exames apontem há semanas que o problema estava cicatrizado.Mesmo se Valdivia disser que não tem mais dores, deve ficar no banco de reservas. Após admitir falta de criatividade no empate na Vila Belmiro que eliminou o Verdão do Paulista nos pênaltis, Gilson Kleina apostou em Tiago Real no 0 a 0 com o Tijuana nessa terça-feira e gostou do que viu.

"Optamos por ele para fechar o corredor porque o Castillo é muito bom, vira ala, e o Tiago fez muito bem a leitura ali. Temos que dar uma continuidade a isso", elogiou o treinador, falando que o meia foi além da marcação ao lateral esquerdo e o prevendo em campo para tornar o time ofensivo.

"O Tiago Real é um jogador muito tático, está vindo em uma evolução muito boa e temos que dar continuidade nessa evolução. E precisaremos ser uma equipe agressiva agora", comentou o técnico, ciente de que sua equipe precisa de uma vitória, independentemente do placar, para continuar na Libertadores.

Leia tudo sobre: palmeirasvaldiviatijuanaigsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas